Categoria: Pagamentos

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

INSS Alíquota e Base de Cálculo

Tabela de Alíquota INSS

O Instituto Nacional de Seguro Social – INSS, é uma autarquia vinculada ao governo federal, criada na década de 80 e que tem a função precípua de fazer a administração, gestão, fiscalização e outros relacionados às contribuições sociais.

O INSS paga benefícios como aposentadorias, pensões, auxílio-reclusão, auxílio maternidade, auxílio doença, dentre inúmeros outros.

inss-aliquota

INSS alíquota

A alíquota do INSS é o percentual que é descontado da folha de pagamento do trabalhador, ou, no caso dos contribuintes individuais e facultativos, de uma média de seus vencimentos.

A alíquota INSS varia entre 8% a 11%, a depender de várias faixas salariais.

Tabela INSS para que serve

Todos os anos o INSS solta Tabela INSS, onde você pode saber todos os valores, datas e alíquotas. Essa tabela INSS sofre reajuste por conta da inflação e dos reajustes salariais nacionais. Desse modo, todos os anos, querendo ou não, você paga mais INSS. Você encontra a tabela INSS no site da Previdência Social.

Calendário INSS

O calendário INSS também é divulgado anualmente e mostra as datas em que serão pagos benefícios e aposentadorias do INSS. Para programar o pagamento de suas obrigações veja o calendário do INSS para não se perder.

Prazo para saque INSS

Não há prazo para sacar benefício INSS. Mas, claro, esse prazo ajuda a definir os gastos e despesas do segurado.

Base cálculo INSS

A contribuição para o INSS é um tributo, o qual se chama de “contribuição social”. E, para que ele seja cobrado, deve ser previsto na lei. Logo, há lei que prevê a cobrança de contribuição de diversos trabalhadores.

Para alguns, recolher INSS é obrigado, já para outros não. Dessa forma, para quem é obrigado a recolher, já pagará INSS descontado da folha de pagamento.

É só pegar o contracheque e olhar no final dele. Lá haverão todos os descontos, como INSS, imposto de renda, vale transporte, dentre outros.

Mas como o governo faz o cálculo? Por que há pessoas que pagam mais INSS do que outras? Porque o governo usa uma base de cálculo, que é a própria remuneração do segurado.

Desse modo, há uma tabela do INSS que informa as faixas de salários onde incidirão alíquotas variáveis. Como já dissemos, “quem ganha mais, paga mais”.

A base de cálculo do INSS é, assim, o salário bruto da pessoa. Logo em seguida, incide o imposto de renda. A depender da sua situação, podem haver outros descontos, como contribuição sindical, dentre outros.

Sempre existe polêmica sobre os descontos do INSS, já que muitas vezes as pessoas mudam de emprego e acabam contribuindo menos. Logo, se antes tinham a expectativa de receber teto máximo de aposentadoria INSS, agora elas talvez não recebam, pois é bem difícil que todos os salários de uma pessoa sejam iguais durante a sua vida, não é mesmo?

É possível fazer pagamento de INSS complementar, ou seja, complementar o valor que falta para receber o teto, mas isso acaba compensando. Pelo gasto, muitas vezes é melhor que você tenha um plano de previdência complementar para que possa realmente ter uma renda melhor.

Frise-se que o valor mínimo INSS é um salário mínimo nacional, o que muitas vezes é insuficiente para pagar todas as despesas e ainda sobreviver.

inss-base-de-calculo

Tabela INSS alíquota de contribuição

A tabela do INSS, como já dissemos, tem por escopo informar quais as faixas salariais e as alíquotas. Assim, o INSS funciona em uma lógica de que quem ganha mais, paga mais.

Veja a tabela INSS:

Salário da Contribuição (Em Reais) Alíquota
Até o valor de 1.693,72 Reais 8 %
Entre 1.693,73 Reais até 2.822,90 Reais 9 %
Entre 2.822,91 Reais a até 5.645,80 Reais 11 %

*Essa é a última tabela do INSS que encontramos no momento de escrever essa matéria, para acompanhar atualizações acesse: www.inss.gov.br/servicos-do-inss/calculo-da-guia-da-previdencia-social-gps/tabela-de-contribuicao-mensal

Histórico Tabela de Contribuição INSS

Se deseja saber o valor das alíquotas de contribuições do INSS de anos anteriores acesse: https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/calculo-da-guia-da-previdencia-social-gps/tabela-de-contribuicao-mensal/tabela-de-contribuicao-historico/

Como consultar saldo INSS

Você já foi ao INSS? Geralmente as agências da Previdência Social são lotadas, não é mesmo? Justamente por isso, o governo decidiu informatizar o INSS, possibilitando que as pessoas não precisem ir à agência para pedir extrato INSS, histórico de benefícios, agendamento INSS e outros.

Assim, você pode consultar valor de benefício INSS que será depositado e todos os que já foram pagos, eventuais descontos, como empréstimos consignados, dentre outros, pelo site do INSS.

Para consultar saldo INSS você pode acessar o site da Previdência Social (https://meu.inss.gov.br)e verificar qual é o seu saldo de benefícios. Se preferir, pode fazer consulta do INSS pelo telefone 153.

Fique atento às suas contribuições do INSS, especialmente se você for se aposentar em pouco tempo. Isso porque com a reforma da previdência todas as pessoas que não pedirem aposentadoria estão sujeitas às novas regras que vierem.

Há muita polêmica em torno disso e muitos especialistas são contrários à reforma da previdência INSS. Caso fique alguma dúvida, acesse o site da Previdência Social e tenha mais informações.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Aposentado Precisa Declarar Imposto de Renda?

Imposto de Renda Declaração de Aposentado

Uma das grandes dúvidas dos aposentados diz respeito a aposentadoria. Se você também está sem saber se aposentado precisa declarar Imposto de Renda, fique atento. Existem algumas peculiaridades sobre o assunto que você precisa saber. Estar preparado para o pagamento deste tributo é fundamental para não ser pego de surpresa.

aposentado-imposto-de-renda

Aposentado é obrigado a apresentar imposto de renda?

Todos os brasileiros que recebem valores superiores ao limite estabelecido pelo Governo durante o ano devem declarar o imposto.

Isso inclui os aposentados e pensionistas. Nesse sentido, se você está aposentado, deverá declarar seu imposto normalmente. A declaração de Imposto de Renda do aposentado segue as mesmas regras aplicadas aos demais contribuintes, mas com pequenos detalhes.

O valor da sua aposentadoria deve ser declarado. Isso porque aposentado tem que declarar Imposto de Renda.

A única isenção prevista é para o caso de você receber algo em torno de dois mil reais mensais. Nesse caso, poderá declarar esse valor no campo de receita não tributável ou isenta. Mas só poderá fazer isso se for maior de sessenta e cinco anos.

Em verdade, quem é isento de apresentar declaração de imposto de renda não precisa fazer absolutamente nada quando o Governo Federal abre o prazo para declarar imposto de renda. Atualmente, isso se aplica a milhares de brasileiros.

No entanto, se você é aposentado e recebe outras rendas, como, por exemplo, valores de imóveis que você aluga ou é um aposentado autônomo, caso a sua renda extrapole o teto de isenção da declaração do imposto de renda, você é obrigado a declará-la.

A conclusão disso tudo é a seguinte: se o aposentado recebe baixos valores do INSS e não ganha mais nada mensalmente, estará isento de declarar imposto de renda.

Agora, se o aposentado tem outras rendas, precisa declarar imposto de renda.

Imposto de Renda de Aposentado

Se você receber mais do que o teto previsto para o ano base de incidência do tributo, deverá pagar as suas contas ao “leão”. Ninguém gosta de ter que pagar esse tributo todos os anos, mas é importante manter o pagamento em dia para evitar multas.

aposentado-precisa-declarar-imposto-de-renda

O aposentado deve pagar Imposto de Renda como qualquer outra pessoa que receba grandes rendimentos durante o ano.

Se você estava querendo saber se aposentado deve declarar Imposto de Renda, agora tem uma resposta. Trata-se de uma escolha política, já que esse imposto serve para financiar os programas públicos do Governo, como saúde, educação e segurança pública. Ou seja, programas que também servem para você cidadão. Por mais que você não goste de fazer a declaração, saiba que ela é necessária para a continuidade desses programas.

Como declarar imposto de renda: aposentado?

Outro ponto importante que você precisa ter em mente é sobre como declarar Imposto de Renda de aposentado.

O processo segue o mesmo procedimento de declaração que é aplicado ao restante da população. Você deve acessar o site da Receita Federal dentro do prazo previsto para declaração e preencher os campos com os dados corretos. Lembre-se de que fraudes podem ser passíveis de multa e até responsabilização penal.

Agora, se você é aposentado e já conta mais de sessenta e cinco anos de idade e recebe pouco por mês, fique atento. Nesse caso a sua declaração será diferenciada. O valor do seu benefício deverá aparecer no campo de renda não tributável. Nesse caso a conclusão é de que aposentado não precisa declarar Imposto de Renda. Mas é apenas nesse caso específico.

Receita Federal: aposentado INSS

Se você ainda tem alguma dúvida sobre como é a declaração de Imposto de Renda de aposentado, consulte a página da Receita Federal. Essa entidade fornece aos contribuintes todas as informações necessárias.

Se for preciso, ligue para o setor de informações desse órgão e converse com um atendente. Em todo caso, não deixe de declarar o imposto de renda. Todo aposentado deve pagar Imposto de Renda no prazo correto, sob pena de ser multado e ter dores de cabeça.

imposto-de-renda-aposentado

Aposentado que recebe aposentadoria e continua trabalhando: Declarar IR

Se você é mais um dos milhares de brasileiros que, para sobreviver, precisa continuar trabalhando mesmo depois da aposentadoria, saiba que deverá sim declarar imposto de renda.

No entanto, quando o aposentado pedir a restituição do imposto de renda, terá prioridade para recebimento, o que ocorre sempre nos primeiros lotes de pagamento da restituição do imposto de renda.

Também têm preferência pessoas que estejam acometidas por graves problemas de saúde e outros casos. Além disso, a restituição do imposto de renda do aposentado pode ser de grande ajuda.

Isso porque, tecnicamente, seria um “dinheiro perdido”, pois se trata do pagamento de impostos. No entanto, caso o aposentado tenha direito à restituição do imposto de renda, receberá de forma rápida e poderá usar o dinheiro onde quiser. Para tirar suas dúvidas sobre a declaração e fazer a mesma, acesse o site www.impostoderenda.net

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Abono Salarial 2021 – Calendário, Valor, Quem Tem Direito

Valor Abono Salarial 2021

O benefício Abono Salarial é pago para pessoas que laboram com a carteira assinada e ganham por mês no máximo dois salários mínimos, conforme calendário estabelecido pelo CODEFAT.

O Abono Salarial 2021 é pago pela Caixa Econômica Federal, quando se trata de empregado de empresa privada, pelo Programa de Integração Social (PIS). Já para os funcionários públicos cadastrados no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) o importe do Abono Salarial benefício é pago pelo BB (Banco do Brasil).

abono-salarial

Esse valor pode ajudar muitas pessoas a equilibrarem as suas contas e pode ser aquele “empurrãozinho” que você precisava no final do mês.

Quem tem direito Abono Salarial 2021?

Existem alguns requisitos para que os trabalhadores com carteira assinada tenham direito ao recebimento do Abono Salarial Caixa Econômica Federal 2021, como: cadastramento prévio no PIS e ou no PASEP a pelo menos 5 (cinco) anos; ter trabalhado com a carteira assinada a pelo menos um mês no ano base; ter ganhado salário médio mensal de no máximo 2 salários mínimos, e a empresa deve ter repassado ao Governo Federal os dados corretos do trabalhador na RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.

Valor do Abono Salarial 2021

Com a Lei 13.134/15, o valor a título do benefício Abono Salarial é de 1/¹² de salário mínimo até um salário mínimo inteiro, anualmente. O valor vai depender do trabalho de trabalho com a carteira assinada pelo trabalhador.

Para calcular o valor do Abono Salarial faça o seguinte: multiplique o número de meses trabalhados ao ano-base a que se refere o pagamento pelo valor de um salário mínimo e divida por 12 (referente a 12 meses).

Exemplo: salário mínimo de R$ 937,00 e 6 meses trabalhados no ano-base: 5×937 = 4685 e depois divida por 12, que é igual a R$ 390,41 disponíveis para sacar o Abono Salarial 2021.

O Abono Salarial Caixa Econômica 2021 que pode ser uma excelente ajuda financeira, especialmente diante da crise pela qual o Brasil está passando.

Abono Salarial 2021 Consulta

Não sabe se tem direito ao Abono Salarial PIS Pasep? Você poderá consultar a lista no site do Ministério do Trabalho para saber se tem direito ao Abono Salarial 2021: http://verificasd.mtb.gov.br/abono/

Para acessar, é só informar o CPF ou o número do PIS ou PASEP – que está na Carteira de Trabalho – e a também data de nascimento do titular do benefício para saber a lista do PIS 2021.

Calendário pagamento Abono Salarial 2021

O Abono Salarial 2021 PIS PASEP será pago conforme um calendário pré-definido pela Caixa Econômica Federal.

abono-salarial-calendario

Além disso, o Abono Salarial PIS é pago conforme a data de nascimento do trabalhador que tem direito e o Abono Salarial PASEP conforme a última numeração do Número de Identificação Social (NIT) do beneficiário.

Os pagamentos começam no mês de julho no ano seguinte ao ano-base e ocorrem até o mês anterior do próximo ano.

Mas fique atento! Há um prazo para a data de recebimento do PIS 2021 que caso não seja observada acarretará no bloqueio do valor.

Veja abaixo o calendário completo para pagamento do Abono Salarial PIS ano-base 2021:

TABELA PIS 2021/2021 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – ATUALIZADA.
PAGAMENTO DO PIS 2021 – CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Data do aniversário Data do saque: Data limite para saque (sob pena de perda do benefício):
Julho 27/07/2021 29/06/2021
Agosto 17/08/2021 29/06/2021
Setembro 14/09/2021 29/06/2021
Outubro 19/10/2021 29/06/2021
Novembro 17/11/2021 29/06/2021
Dezembro 14/12/2021 29/06/2021
Janeiro/Fevereiro 18/01/2021 29/06/2021
Março/Abril 22/02/2021 29/06/2021
Maio/Junho 15/03/2021 29/06/2021

Agora veja abaixo o calendário para pagamento do Abono Salarial PASEP ano-base 2021:

CALENDÁRIO PASEP 2021 (ATUALIZADO)
Final do n° do PASEP: Data de Saque: Data-limite para saque:
0 27/07/2021 29/06/2021
1 17/08/2021 29/06/2021
2 14/09/2021 29/06/2021
3 19/10/2021 29/06/2021
4 17/11/2021 29/06/2021
5 18/01/2021 29/06/2021
6 e 7 22/02/2021 29/06/2021
8 e 9 15/03/2021 29/06/2021

*Você deverá confirmar os valores do Abono Salarial 2021

Abono Salarial Pagamento 2021

Há 3 (três) formas de receber o Abono Salarial Caixa:

1°: Você poderá sacar o Abono Salarial PIS 2021 em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, até o limite da data de pagamento constante no Calendário Abono Salarial.

abono-salarial-consulta

É importante que você tenha em mãos os documentos pessoais como RG, CPF (ou outros documentos oficiais, como Carteira de Habilitação, Passaporte etc.) e Carteira de Trabalho, além do Cartão Cidadão da Caixa Econômica Federal.

Se você não tiver o cartão cidadão vá antes a Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal, com todos os documentos acima, para realizar o saque do PIS.

O benefício Abono Salarial também pode ser retirado nas Lotéricas e nos postos de atendimento facilitados do Caixa Aqui.

2° Para possui conta poupança ou corrente na CEF – Caixa Econômica Federal terá o valor do benefício será creditado automaticamente na data que está no Calendário Abono Salarial 2021.

3° Com o cartão cidadão você poderá receber o Abono Salarial retirando-o diretamente dos caixas eletrônicos da Caixa Econômica.

4° Para quem vai receber o Abono Salarial PASEP 2021 no Banco do Brasil, tem as mesmas opções da Caixa Econômica Federal. Quem tem conta corrente ou poupança na Instituição Financeira receberá automaticamente. Quem não tem, poderá sacar nas agências apresentado o número do PASEP e levando um documento de identificação oficial.

Fique de olho e não perca os prazos para sacar o Abono Salarial 2021!

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Salário Mínimo 2021 Valor, Aumento

Valor Salário Mínimo 2021

O salário mínimo é o valor mínimo nacional, a título de remuneração, que deve ser pago mensalmente a todo trabalhador brasileiro que exerça sua profissão com carteira assinada.

Esse direito dos trabalhadores é previsto no artigo 7º, inciso VI, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

salario-minimo

Embora o salário mínimo esteja resguardado pela Constituição Federal, surgiu na década de 30. E, não por coincidência, em 1° de maio de 1938 o ex-Presidente Getúlio Vargas começou a fixar os valores do salário mínimo.

Aliás, os Estados podem fixar os salários mínimos regionais por meio de lei, mas eles nunca poderão ser menores do que o valor do salário mínimo nacional!

Feita essa regressão história, tem-se que o valor do salário mínimo não é fixo e está sujeito a alterações.

A princípio, o valor do salário mínimo corresponde a uma jornada de trabalho de 44 horas semanais, prevista na Constituição Federal.

Dessa forma, uma pessoa que trabalha apenas a metade do mês não pode receber o mesmo que uma pessoa que trabalha as 44 horas mensais, não é?

Logo, o salário mínimo poder ser menor que o mínimo nacional, porém ele obedece a um mínimo diário, que é valor mínimo a ser pago calculado pela divisão entre o valor do salário mínimo atual dividido por trinta.

O aumento do salário mínimo é, na verdade, o reajuste do salário mínimo é realizado anualmente, considerando-se os valores do PIB (Produto Interno Bruto) do ano retrasado e do ano anterior, sendo, em seguida, somado ao valor da inflação (IPCA) correspondente ao ano de recebimento.

Tabela aumento Salário Mínimo 2021

Abaixo, a título de curiosidade, veja uma tabela contendo todos os valores relativos ao pagamento do salário mínimo, suas respectivas datas de vigência, bem como os valores por dia trabalhado.

Note como a variação pode ser expressiva de um ano para o outro e tudo isso por conta da inflação, que pode atingir de forma brusca o aumento do salário mínimo.

01.01.2021 – R$ 998,00 – R$ 33,27

INÍCIO DA VIGÊNCIA VALOR ($) VALOR POR DIA TRABALHADO
01 do 01 de 2021 R$  954,00 R$ 31,80
01 do 01 de 2021 R$  937,00 R$ 31,23
01 do 01 de 2021 R$  880,00 R$  29,33
01 do 01 de 2021 R$  788,00 R$  26,27
01 do 01 de 2021 R$  724,00 R$  24,13
01 do 01 de 2021 R$  678,00 R$  22,60
01 do 01 de 2021 R$  622,00 R$  20,73
01 do 03 de 2021 R$  545,00 R$  18,17
01 do 01 de 2021 R$  540,00 R$  18,00
01 do 01 do 2010 R$  510,00 R$  17,00
01 do 02 do 2009 R$  465,00 R$  15,50
01 do 03 do 2008 R$  415,00 R$  13,83
01 do 04 do 2007 R$  380,00 R$  12,67
01 do 04 do 2006 R$  350,00 R$  11,67
01 do 05 do 2005 R$  300,00 R$  10,00
01 do 05 do 2004 R$  260,00 R$    8,67
01 do 04 do 2003 R$  240,00 R$    8,00
01 do 04 do 2002 R$  200,00 R$    6,67
01 do 04 do 2001 R$  180,00 R$    6,00
03 do 04 do 2000 R$  151,00 R$    5,03

salario-minimo-tabela

Salário Mínimo 2021 Valor

Atualmente, o valor do salário mínimo está fixado em R$ 998,00 para todo o ano de 2021.

Houve um reajuste de cerca de 4% em relação ao valor anterior, cujo valor do salário mínimo era de R$ 954,00.

salario-minimo-valor

Inicialmente, a previsão do salário mínimo para o ano de 2021 inicialmente era de mais de mil reais, porém este valor foi alterado pelo Presidente Jair Bolsonaro.

Já para o próximo ano, economistas do Governo Federal estimam o aumento do salário mínimo no percentual de 4,5%, sendo o valor do salário mínimo 2021 reajustado para mais de mil reais.

Segundo especialistas, o aumento do salário mínimo 2021 trará impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do Governo.

Considerados que os valores do salário mínimo até 2021 estavam abaixo das expectativas, para os economistas, o salário mínimo só chegará aos R$ 1 mil reais no ano de 2021, chegando a R$ 1.029,00.

Aumento do Salário Mínimo 2021

O Governo Federal realiza o aumento do salário mínimo anualmente, isso porque ele precisa tentar manter o poder de compra dos consumidores e das famílias brasileiras no mesmo patamar do ano anterior.

Ou seja, o aumento do salário mínimo está ligado ao aumento da inflação.

O valor de reajuste do salário mínimo sempre passa a imperar no primeiro dia do mês de janeiro de cada ano, de acordo com a legislação que regulamenta a matéria.

salario-minimo-aumento

Reajuste Salário Mínimo 2021

Mas você sabia que nem todo mundo concorda com o cálculo do valor do salário mínimo?

É o caso do Departamento Intersindical de Estatística e de Estudos Socioeconômicos  – Dieese, que discorda da forma pela qual o reajuste do salário mínimo é realizado.

Segundo cálculos do órgão, o valor do salário mínimo 2021 deveria ser, em média de três a quatro vezes maior do que o que é proposto pelo Governo Federal.

A fórmula de cálculo proposta pelo Dieese segue o valor mensal da cesta básica mais cara do país.

Por conta disso, o aumento do salário mínimo deveria acontecer todos os meses, de acordo com as variações do valor da cesta básica.

Contudo, certamente o reajuste e aumento do salário mínimo mensal continuará a ser calculado pelo valor da inflação anual por muito tempo.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Seguro Desemprego 2021 – Consulta, Valor

Consulta Seguro Desemprego 2021

O Seguro Desemprego é um benefício concedido ao trabalhador desempregado, que promove uma assistência financeira temporária.

Isso permite que o cidadão que não está mais trabalhando e não tem capacidade de arcar com suas despesas por um determinado período possa se manter recebendo o benefício Seguro Desemprego enquanto busca reinserir-se no mercado de trabalho, recebendo uma determinada quantia em dinheiro que será pago em parcelas, as quais podem variar de 3 (três) a 5 (cinco).

seguro-desemprego

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o Seguro Desemprego 2021 não é pago pela Previdência Social, mas sim pelo Ministério do Trabalho e emprego. É, em verdade, um benefício assistencial que o Estado concede aos trabalhadores com carteira assinada.

O pagamento do Seguro Desemprego 2021 tem como objetivo a formalização das relações de trabalho no Brasil, sendo, portanto, uma garantia tanto ao trabalhador, como para a empresa.

Para que o trabalhador desempregado possa ter o Seguro Desemprego 2021, antes é necessário obedecer a alguns requisitos.

Requisitos para receber o Seguro Desemprego 2021

De acordo com a lei, só pode receber o auxílio desemprego aqueles que tenham carteira assinada e que foram demitidos sem justa causa, em casos de rescisão indireta ou quando o trabalhador rescinde temporariamente o contrato de trabalho para participar de cursos de qualificação oferecidos pelo empregador.

Além destes casos, também têm direito a receber o Seguro Desemprego 2021 o pescador que tem inscrição no INSS e que esteja em período de proibição ou limitação da pesca, bem como pessoas que foram resgatadas em situações análogas à de escravidão.

Em todos os casos, torna-se inviável o recebimento do Seguro Desemprego quando o requerente usufruir de qualquer outro benefício, como por exemplo, do auxílio DPVAT ou aposentadoria e, ainda, quem tem CNPJ.

Tempo e Parcelas Seguro Desemprego 2021

Ao contrário do que muita gente pensa, as últimas reformas não foram “o fim” do Seguro Desemprego.

Entretanto, as recentes mudanças no recebimento do benefício tornaram o tempo mínimo de trabalho para receber Seguro Desemprego maior.

Por isso, para os desempregados que forem requerer o Seguro Desemprego pela primeira vez, é necessário que tenham trabalhado ao menos 12 (doze) meses, com comprovação do vínculo empregatício.

seguro-desemprego-consulta

Caso você precise pedir o Seguro Desemprego pela segunda vez, precisará trabalhar ao menos nove meses e, pela terceira, no mínimo, seis meses.

Essa foi uma forma que o Governo Federal encontrou de pagar o Seguro Desemprego para as pessoas que realmente precisem.

Infelizmente já houveram muitos casos de fraude envolvendo o pagamento do benefício, por pessoas que só entravam em algum emprego e faziam “acordos de demissão” apenas para receber o Seguro Desemprego, o que acabava prejudicando diversas outras pessoas que ficaram desempregadas a contragosto.

Valores do Seguro Desemprego 2021

O cálculo do valor do Seguro Desemprego 2021 será feito a partir da média obtida pela soma dos três últimos salários recebidos, dividido por três, sendo que a quantidade de parcelas a serem recebidas serão influenciadas pelo tempo em que o trabalhador se manteve no seu último trabalho. Dessa forma:

  • Multiplique por 0,8 se o resultado for menor que 1.450,23;
  • O valor recebido será de 1.643,72 se o resultado for maior 2.417,29;
  • Se o resultado for um valor entre 1.450,23 e 2.417,29, deve ser multiplicado por 0,5 e somado a 1.160,18.

Como e onde requerer o Seguro Desemprego 2021

O prazo para obter o Seguro Desemprego 2021 inicia-se no sétimo dia após admissão do trabalhador.É necessário comparecer ou a uma Delegacia Regional do Trabalho (DRT) ou em uma agência credenciada da Caixa com alguns documentos:

  • Cadastro de Pessoa Física – CPF;
  • Carteira de Trabalho;
  • Comprovante de Inscrição PIS/PASEP;
  • Comunicação de Dispensa e Requerimento do Seguro;
  • Comprovantes dos dois últimos contracheques ou recibos de pagamentos;
  • Extrato comprobatório dos depósitos ou documento de levantamento dos depósitos do FGTS;
  • Carteira de Identidade, Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, CNH (válida).

Você poderá sacar o Seguro Desemprego 2021 em quaisquer agências da Caixa ou nas lotéricas.

seguro-desemprego-agendamento

Consulta Seguro Desemprego 2021

Existem algumas formas fáceis e simples para obter informações, como consultar o saldo em sua conta ou para verificar quantas parcelas do Seguro Desemprego 2021 você ainda receberá.

  • Ligue gratuitamente para a Caixa pelo número 0800 726 0207, sendo necessário ter em mãos RG, CPF e o número NIS;
  • Consultar o Seguro Desemprego 2021 facilmente pelo site da Caixa na aba “Benefícios e Programas”;
  • Utilizar o Cartão Cidadão para sacar Seguro Desemprego na Lotérica ou em agências da Caixa.

Viu só como é fácil consultar o seu Seguro Desemprego? Atente-se para não perder o prazo para dar entrada na documentação e fique atento quando o dinheiro estiver disponível.

Nos momentos em que o trabalhador fica desamparado, sacar o Seguro Desemprego pode vir a ajudar na manutenção da família, ao menos até que o profissional consiga encontrar outro trabalho. Para fazer a consulta e agendamento acesse o site www.segurodesemprego.com.br

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

DPVAT 2021 – Valor, Consulta, Pagamento, Indenização

Pagamento Seguro DPVAT 2021

Consulte informações sobre o DPVAT 2021 e entenda mais detalhes sobre esse seguro obrigatório. Ele não é mais administrado pelo Detran e sim pela seguradora Líder que é a responsável pelo mesmo. Todas as informações que os proprietários de veículos precisam saber estarão disponíveis no site dessa seguradora, facilitando assim a obtenção de informações sobre o tema.

dpvat-valor-consulta-pagamento-indenizacao

Assim como qualquer pagamento obrigado, temos que ter muita atenção no DPVAT para que possamos manter o mesmo em dia. Como o seguro serve para indenizar vítimas de trânsito, logo, ele é muito importante e por isso que temos que ter atenção, principalmente nos prazos de vencimento.

Ainda bem que temos a internet ao nosso favor que facilita muito a obtenção de informações sobre diversos tipos de assuntos importantes e com o seguro DPVAT não é diferente. Aqui você vai poder consultar as principais informações e também quais são os sites específicos para que você saiba o valor, faça a consulta e também tenha conhecimento sobre o pagamento do seguro.

O que é o DPVAT 2021?

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, também chamado de DPVAT, é um seguro obrigatório que os condutores pagam de forma anual. O pagamento pode ocorrer junto com a primeira parcela do IPVA ou também junto com a cota única, conforme o método de pagamento que foram escolhido pelo próprio cidadão.

Os proprietários de veículos efetuam pagamento todos os anos junto com o IPVA, mas a grande maioria dessas pessoas desconhecem a finalidade desse seguro e também qual é o valor pago pelo mesmo, mas tudo isso será visto com maiores detalhes aqui. Não deixe de conferir mais detalhes.

Veja em quais casos o Seguro oferece cobertura:

  • Morte;
  • Invalidez permanente;
  • Reembolso das despesas médicas e hospitalares.

Esses são os três casos em que o condutor, passageiro e terceiros envolvidos no acidente conseguem receber uma indenização por parte desse Seguro. Muito importante que as pessoas entendam que danos materiais não são cobertos pelo Seguro, somente danos físicos.

Isso significa que se uma pessoa tiver o seu carro totalmente destruído, ele não consegue receber indenização, mas se ele machucar e ter despesas com gastos médicos, ele já consegue. Existe essa diferença e temos que ter muita atenção dela.

dpvat

DPVAT 2021 Valor

O seguro DPVAT 2021 é instituído por lei, portanto, obrigatório. Ele tem o objetivo de indenizar vítimas de acidentes de trânsitos causados por veículos motorizados que estão em circulação na terra e também no asfalto. Resumindo, a pessoa que sofre um acidente tem o direito de ser indenizado independente de quem for a culpa.

Vale a pena acompanhar todos os detalhes sobre esse seguro para que você entenda porque ele é tão importante. Ele existe desde o ano de 1974 e hoje é de responsabilidade dos órgãos públicos junto com a seguradora líder.

O valor do DPVAT 2021 varia conforme o tipo de situação e acidente que ocorreu com o condutor ou com as vítimas e terceiros, portanto, temos valores padrões, mas eles variam de acordo com a temática do assunto.

Para que não ocorra pagamentos excessivos e não tenha que ser feito o cálculo sempre que um acidente ocorrer, a seguradora defini valores específicos para cada caso, assim fica mais fácil definir o quanto cada um vai receber diante do ocorrido. Muito importante ter acesso a essa informação e por isso que disponibilizamos os dados abaixo, veja em quanto cada pessoa é indenizada:

  • Valor da indenização do seguro DPVAT no caso de morte: R$ 13.500;
  • Valor da indenização do seguro DPVAT em caso de invalidez permanente: até R$ 13.500;
  • Valor da indenização do seguro DPVAT para reembolso de despesas médicas e hospitalares: até R$ 2.700.

É muito importante que os beneficiados saibam que o direito a receber o reembolso das despesas médicas e hospitalares prescreve em 3 anos, isso significa que, passado essa data, ele não tem mais direito, portanto, é necessário ter muita atenção. A contagem começa a partir da data do acidente.

seguro-dpvat

Consultar Pagamento do DPVAT 2021

Como podemos perceber, o pagamento seguro DPVAT 2021 é financiado pelos próprios proprietários de veículos e por isso que tornou-se obrigatório. Outra questão que é muito importante diz respeito ao recebimento do mesmo, ou seja, também devemos ver como funciona a questão de ser indenizado e não somente do pagamento.

Conforme já mencionado anteriormente, a seguradora Líder é responsável por administrar esse Seguro, por isso que todas as informações estão disponíveis no site da mesma e você pode acessar para conhecer mais.

Acesse o site da seguradora líder e consulte as informações:

O pagamento não é liberado automaticamente, a solicitação passa por análise e a equipe responsável faz a liberação dentro do prazo estabelecido para essa etapa. Fazendo a consulta seguro DPVAT 2021 você consegue ter um posicionamento sobre a liberação do mesmo ou não. Saiba mais sobre os valores acessando o site www.ipva2021.org

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Contribuinte Individual – Recolhimento

Recolhimento Contribuinte Individual INSS – Pagar Mensal, Retroativo e em Atraso

Existem três tipos de contribuintes da Previdência Social: o Contribuinte Individual, o contribuinte Facultativo e o Doméstico. Estaremos falando aqui em especial do Contribuinte Individual, que é aquele que tem renda pelo trabalho, sem estar na qualidade de empregado. Confira mais informações sobre como funciona o Recolhimento para o Contribuinte Individual.

contribuinte-individual-inss

Sobre o Recolhimento, caso o Contribuinte Individual preste serviço apenas para empresas, sofrerá este o desconto devido ocasião do recebimento pelo serviço que foi prestado, sendo assim a empresa obrigada a repassar ao INSS o devido desconto, e neste caso, portanto, o contribuinte individual não será o responsável pelo recolhimento da sua contribuição do INSS.

O Contribuinte Individual do INSS no caso daquele tipo de que presta seus serviços a essas duas categorias: empresas e pessoas físicas, ao mesmo tempo, então deverá ser observado uma coisa – se nas contribuições, que sofrem desconto por parte das empresas, o limite máximo permitido por mês já foi atingido, porque caso esse limite não tenha sido atingido ainda, o contribuinte individual deve, por conta própria, fazer o recolhimento sobre os serviços prestados também a pessoas físicas até que se atinja o tal limite.

Se o contribuinte individual prestar serviços exclusivamente apenas para pessoas físicas, será ele que, por conta própria, deverá fazer o recolhimento de toda a sua contribuição, que deve ser calculada sobre o efetivamente recebido. Lembrando que nesse devem ser observados também os limites legais, que são representados pela base de cálculo da contribuição que no total não poderá ser inferior ao salário-mínimo, que atualmente está em R$- 622,00 desde 01/01/2021, assim como também não pode ser superior ao limite-máximo que é de R$- 3.916,20.

Para mais informações sobre todas as alterações que ocorreram no sistema de Recolhimento do Contribuinte Individual que pode ser pago mensal e retroativo acesse a página a seguir e saiba como pagar mesmo em atraso o recolhimento que já se encontra em vigor desde 01 de abril de 2003, confira: http://contabilizando.com/perguntaoci.htm.

Contribuinte Individual e Contribuinte Facultativo – Entenda as diferenças

Primeiramente é possível entender a situação do Contribuinte Individual, que é aquele considerado como autônomo, gera a sua própria renda e na maioria dos casos possui a sua própria empresa, a traves do regime MEI – Micro Empreendedor Individual. Estas pessoas trabalham para si mesmas, e geralmente prestam seus serviços de forma terceirizada para outras empresas.

Já o Contribuinte Facultativo é aquele que não possui sua empresa própria, não é um empregado com carteira assinada, mas ainda assim recebe uma renda mensal. Geralmente são aqueles jovens que possuem menos de 16 anos, os quais não podem trabalhar em regime CLT e também não podem ter empresas no seu próprio nome. Neste caso é possível mencionar como Contribuinte Facultativo aquela pessoa que recebe uma bolsa de uma instituição educadora, como estudante, ou trabalha como dona de casa, aquelas pessoas que prestam serviços sem vinculo, dentre outras.

Nestes casos, existe um padrão de contribuição para oINSS, que é de 20% do salario recebido pelos contribuintes facultativos. Já para o caso anterior, as pessoas podem fazer compensação de contribuição, em meses que recebem um rendimento maior em diferença de outros anteriores.

Com isso, saiba que se você não está trabalhando em regime de carteira assinada, ainda pode contribuir com o INSS e garantir sua aposentadoria junto à Previdência Social. Não deixe de conferir com estas entidades em qual dos casos se encaixa melhor a sua situação e comesse a contribuir com quem estará com você no futuro.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Recolhimento Retroativo INSS – Cálculo para Pagamento

Calcular Recolhimento Retroativo INSS

Está querendo se aposentar ou ficar em dia com INSS? O pagamento retroativo das contribuições INSS é necessário, em alguns casos, para que você não tenha problemas para receber benefício.

A reforma da Previdência terá a tendência de dificultar pensões, aposentadorias e benefícios. Assim, o quanto antes puder regularizar sua situação com INSS, melhor. Caso esteja pensando em pedir aposentadoria, já verifique se é o caso de recolher INSS retroativo, pois desse modo você pode pedir a aposentadoria e as novas regras não valerão para você, pois terá algo chamado de “direito adquirido”.

Veja abaixo quem precisa fazer pagamento retroativo INSS e como fazer.

recolhimento-retroativo-inss

Como pagar INSS retroativo

Se você ficou um tempo sem recolher para INSS, faça o pagamento retroativo das contribuições para que você possa ter o período irregular ou em que você ficou afastado computado pelo INSS.

Para pagar contribuição retroativa, você precisa comprovar exercício de atividade remunerada. Com isso, é preciso ter em mãos documentos como inscrição na prefeitura (autônomos), NF’s, contratos, bem como ter pago tributos.

INSS retroativo trabalhador autônomo ou facultativo

No caso do autônomo, é sim viável recolher o INSS atrasado por meio da prova de exercício de atividade. Caso o empregado já tenha se filiado ao INSS como autônomo, mas deixou de contribuir, terá que pagar o INSS atrasado.

Esse período referente ao INSS retroativo é chamado de decadente, especialmente se for de mais de 5 anos atrás. Assim, com os documentos comprobatórios em mãos, é possível fazer média do salário do período, de onde sairá o valor da contribuição. Mas fique atento, pois o INSS retroativo deve ser pago com juros e multa.

É preciso regularizar INSS antes do período em que queira pedir benefício! Outro ponto importante é: será que todo mundo precisa pagar INSS retroativo? A resposta é não.

Quem não precisa pagar INSS retroativo?

Em alguns casos, o pagamento do INSS retroativo não é pago pelo trabalhador. Basta, desse modo, provar que você trabalhava na época e o INSS precisa provar a aposentadoria. São casos:

  • Empregados rurais de antes de 1991.
  • Trabalho realizado para pessoa jurídica
  • Emprego sem carteira assinada.

Se este for seu caso, não calcule INSS atrasado. É só procurar documentos que provem a contagem de tempo do INSS, sem precisar pagar um centavo do seu bolso.

Quem precisa pagar INSS atrasado

Precisa pagar INSS atrasado quem preencher requisitos, como:

  • Contribuinte facultativo
  • Contribuinte individual

E quando não adianta pagar INSS retroativo? Se você não preencher os itens abaixo, só vai perder dinheiro tentando regularizar INSS:

  • Atraso de mais de 5 anos
  • Atraso com menos de 5 anos, mas nunca contribuiu com INSS
  • Atraso menor de 5 anos, mas quer pagar valor de antes da primeira contribuição formal.

como-calcular-inss-retroativo

Como provar trabalho para INSS

E como provar trabalho para INSS? Não é só ir lá e pagar INSS em atraso. Você precisa provar que trabalhou. Antes de qualquer coisa, faça um agendamento em agência do INSS, seja por telefone ou no portal Meu INSS. Leve todos os documentos, como:

  • Recibos
  • Imposto de renda
  • Inscrição na prefeitura
  • Contrato de trabalho etc.

Como calcular INSS retroativo

O cálculo do INSS retroativo vai depender se as parcelas estão vencidas a mais ou menos de 5 anos.

Para INSS vencido a menos de 5 anos, você pode fazer cálculo no site da Receita Federal, em simulador de INSS, que já faz com cálculo com juros e multa.

Para parcelas com mais de 5 anos de atraso, você terá um pouco mas de dificuldade, já que o valor pago é calculado com base em 80% das contribuições mais altas que você fez. Depois disso, calculará 20% sobre o importe encontrado de juros e multa.

Logo, antes de pagar INSS atrasado, veja muito bem onde você se enquadra e veja o panorama total. Se tiver dificuldades, peça ajuda de contador e de advogado especialista na área previdenciária.

pagamento-de-inss-retroativo

Mas, recapitulando:

  • Tenha certeza de que precisa pagar INSS atrasado
  • Tenha certeza de que tem documentos para provar INSS atrasado
  • Faça o recolhimento com base no cálculo apresentado
  • Vá a uma agência do INSS com os documentos em mãos, no caso de INSS retroativo de mais de 5 anos.

É imprescindível que você analise todos esses passos, senão só vai perder tempo e dinheiro, e ninguém quer isso, não é mesmo?

Caso tenha dúvidas, não deixe de pedir a ajuda de profissional da área ou até mesmo ir ao INSS. Caso não se sinta satisfeito com a resposta do INSS, procure os seus direitos em pedido administrativo ou até mesmo ação judicial para reconhecimento do seu tempo de trabalho ou de contribuição do INSS, se for o caso.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Data de Pagamento do INSS

INSS Datas de Pagamento – Tabela

O INSS realiza o pagamento de benefícios para idosos e outros casos sempre de acordo com o número final dos cartões dos beneficiários. A tabela com cada Data de Pagamento do INSS 2021 já está disponível para todos os interessados. Saiba mais sobre a Data de Pagamento do INSS.

Você recebe algum benefício do INSS? Está querendo saber quando poderá recebê-lo? A própria previdência anuncia com regularidade e antecedência o calendário com as datas de pagamento do INSS.

Pagamento-do-INSS-300x268

Tanto os idosos que tenham 65 anos de idade ou mais assim como pessoas que são portadoras de deficiência, e que são enquadradas na Loas (Lei Orgânica da Assistência Social) devem seguir o novo calendário de pagamento do INSS. No caso de haver feriado municipal ou estadual, a data do pagamento do benefício do INSS é transferida para o próximo dia útil seguinte.

Os depósitos dos benefícios em 2021 seguem a metodologia dos anos anteriores, é pago primeiro os benefícios de até piso previdenciário que corresponde ao salário mínimo e o pagamento ocorre nos últimos cinco dias úteis do mês. Já os pagamentos acima de um salário mínimo já são pagos nos cinco primeiros dias úteis do mês. Detalhe para no caso de a data do pagamento cair em feriado este depósito/pagamento será realizado no próximo dia útil.

Para saber a data de pagamento do INSS, é fundamental que os beneficiários observem o último número do seu benefício (excluindo o dígito) ou, no caso de concessões novas, o final do NIT (Número de Identificação do Trabalhador).

Confira agora a tabela completa com a data de pagamento do INSS 2021 para cada beneficiário registrado na Previdência Social:

tabela-pagamento-inss

A nova tabela de pagamento do INSS 2021 conta com a coluna de nome ‘FINAL’ – que é onde se encontra o último número de seu cartão de beneficiário e colunas com os nomes abreviados de todos os meses em que o benefício é sacado. As tabelas estão divididas em duas: a Tabela de para benefícios até 1 salário mínimo e Para benefícios acima de 1 salário mínimo.

Os pagamentos do INSS já seguem o novo salário mínimo que tem o valor vigente esse ano. A tabela com as datas de pagamentos para 2021 se encontra disponível, além da internet, nos diversos bancos que atuam junto ao INSS fazendo o pagamento dos benefícios e nas agências do INSS espalhadas por todo o país. Confira sua data de pagamentos do INSS corretamente e solicite seu dinheiro.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

INSS Como Regularizar as Contribuições

Regularizar as Contribuições do INSS

Estar em dia com a previdência social é fundamental para você que não quer correr o risco de perder os benefícios. Afinal de contas, todo mundo quer aposentar, poder contar com o auxílio doença se for necessário etc. Aprenda agora mesmo a regularizar as contribuições do INSS. Pague todos os débitos em atraso e fique tranquilo com relação aos benefícios previdenciários.

regularizar-contribuicoes-inss

A contribuição para a previdência é um valor que os trabalhadores pagam mensalmente, que serve como base para o cálculo da aposentadoria e demais benefícios da seguridade social. Se você está em débito com a previdência, descubra como regularizar contribuições atrasadas no INSS. O processo é muito simples, de modo que em poucos passos você estará livre dessa obrigação.

Você pode regularizar o INSS autônomo ou o INSS empresa. Tanto faz. O importante é saber que você fará isso com acréscimos e com juros, o que pode pesar um pouco no bolso. Esse valor, no entanto, poderá ser parcelado (ou em prestações), o que pode possibilitar o pagamento do INSS e o retorno dos seus benefícios, assim que conseguir quitar a dívida.

Quem não precisa regularizar INSS?

São as seguintes pessoas que não precisam regularizar o INSS:

  • Trabalhadores rurais que atuam antes de 1991
  • Trabalhador autônomo que prestou serviços a empresas
  • Quem era informal, ou seja, que não tinha carteira assinada.

Quem pode pagar INSS com atraso?

Não é todo mundo que pode pagar o INSS em atraso. São eles:

  • Quem contribui facultativamente com o INSS
  • Quem atua como profissional autônomo e paga INSS.

Regularizar INSS pela internet

É possível regularizar as contribuições do INSS pela internet. Isso mesmo, com a revolução das ferramentas digitais tudo ficou mais fácil. Você nem precisa ir até uma agência da previdência social para pagar as suas dívidas com esse órgão. Acesse agora mesmo o site da previdência e siga alguns passos simples.

A Guia da Previdência Social, também conhecida pela sigla GPS, é o documento através do qual você regularizar as contribuições e pagar o INSS. Para ter acesso a esse documento, basta acessar o site da previdência e preencher um formulário com os seus dados junto ao órgão.

regularizacao-inss-em-atraso

Como regularizar INSS com atraso

A regularização das contribuições no site do INSS é muito fácil. Em poucos minutos você terá acesso ao valor total em atraso, bem como os juros e multas que foram aplicadas ao longo do tempo. Ao fim do procedimento você terá a opção de imprimir a Guia da Previdência Social para pagamento.

No entanto, tenha em mente se o seu INSS está:

  • Prescrito: dívidas com mais de 5 anos, por meio da comprovação de ao menos uma contribuição antes dessas que não foram pagas.
  • Não prescrito: é bem mais simples de regularizar e quitar os débitos com o INSS.

Fique em dia com a seguridade social e não perca os seus benefícios. Fazer a regularização das contribuições do INSS é a melhor forma de ficar com a consciência tranquila e aproveitar as vantagens quando precisar!

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Como pagar INSS – Tire suas dúvidas

Saiba tudo sobre o pagamento do INSS

Que todos os trabalhadores tem direito a uma aposentadoria digna, todo mundo já sabe. Não é novidade. Mas o que nem todos estão sabendo é que, para isso, você deve pagar seu INSS, todo mês, direitinho, durante alguns anos, de acordo com seu sexo e modalidade de aposentadoria, para ter direito ao benefício e ter um descanso tranquilo depois de vários anos de trabalho duro. E muitos também não sabem como se começa a pagar o INSS, para ter esse direito. Hoje viemos aqui para esclarecer algumas de suas dúvidas sobre a previdência social e como funciona a aposentadoria. Fique atento. Essas dicas podem ser muito importantes para você tirar todas suas dúvidas sobre o INSS.

como-pagar-inss

Vale lembrar que, ao trabalhar de carteira assinada, você já estará, automaticamente, inserido no INSS e pagando. Todo emprego de carteira assinada conta como tempo de contribuição para a Previdência Social. Já para quem trabalha como um empregado temporário, num contrato sem vínculos de emprego, pode se inserir no programa como um contribuinte individual. Quem se enquadra nessa parte do programa são os autônomos, freelancers e trabalhadores avulsos que prestam serviços individuais a empresas, sem que recebam salário todo final de mês, mesmo assim, essas pessoas podem fazer seu plano de previdência social pelo INSS.

E pessoas que não tem uma renda própria, como os alunos de escolas e universidades, donas de casa e pessoas que estão sem emprego. Para fazer pagamentos quando se enquadrar nestes casos, o contribuinte deve optar pela categoria de contribuinte facultativo. Vamos dar algumas dicas para quem quer fazer seu plano de previdência e pegar sua aposentadoria tranquilo. Em primeiro lugar, os autônomos tem que estar filiados ao Regime Geral de Previdência Social, RGPS, para poder fazer os pagamentos do INSS, todo mês, regularmente. Pelo menos 20% do salário de contribuição, que é o que se paga quando um serviço autônomo é prestado. Para o segurado facultativo, a contribuição se baseia no que ele declaro como renda durante o mês.

É importante respeitar os valores máximos e mínimos de contribuição pra não ter dor de cabeça na hora de se aposentar e ter de se aposentar por idade, que não é muito interessante, pois o valor do benefícios é muito inferior. Para evitar essa dor de cabeça, pague seu INSS corretamente. A Previdência Social é um benefício de todos os brasileiros e conhecer seus direitos é muito importante.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Código 1201 GPS INSS – Pagar, Atraso

Pagar GPS INSS Código 1201

Muitas pessoas têm dúvidas sobre como preencher Guia GPS. Esse é um documento destinado à Receita Federal. É usado para recolher contribuições sociais de empresas, contribuintes individuais, os facultativos – ou seja, os que optam, empregados domésticos, dentre outros.

codigo-1201-gps-inss

O GPS é um documento expedido pela Receita Federal e usado para pagamento de contribuições sociais, incluindo o INSS.

Onde emitir a guia GPS

A Guia GPS pode ser expedida online, no site do INSS. Mas se se tratar de dívida já prescrita, é preciso que a emissão da guia GPS se dê pelo aplicativo e-CAC.

Onde pagar a GPS?

A GPS pode ser paga em bancos, lotéricas, caixas eletrônicos e até mesmo pelo internet banking.

Como preencher a guia GPS?

A guia GPS INSS deve ser preenchida corretamente, para que você não tenha qualquer problema com relação à destinação correta.

Os campos da guia GPS contemplam:

  • Nome
  • Endereço
  • Telefone
  • Código de pagamento

Código de pagamento INSS

Os códigos de pagamento INSS são inúmeros. Veremos alguns abaixo:

1007

Contribuinte Individual – Recolhimento Mensal – NIT/PIS/PASEP

1066

MEI – Contribuinte Individual – Recolhimento Mensal – CPF – DAS/MEI (DARF)

1120

Contribuinte Individual – Recolhimento Mensal – Com dedução de 45 % (Lei nº 9.876/99) – NIT/PIS/PASEP

1201

GRC Trabalhador Pessoa Física (Contribuinte Individual, Facultativo, Empregado Doméstico, Segurado Especial) – DEBCAD (Preenchimento exclusivo pela Previdência Social)

Confira também: Tabela de Códigos do INSS

codigo-gps-inss

Como se vê, o Código 1201 GPS INSS refere-se à contribuinte individual, facultativo, empregado doméstico e segurado especial.

Vias da Guia GPS

São 2 vias da guia GPS INSS. Uma para guardar em local seguro, a fim de comprovar recolhimento. E a segunda, para controle do agente arrecadador.

Guia GPS INSS: prazo

Os prazos para recolher guia GPS são:

  • Para empresas: até o 20° dia do mês seguinte;
  • Cooperativas: até o 20° dia do mês seguinte;
  • Pessoa física: até o 15° dia;
  • 13° salário: até 20 de dezembro.
  • Doméstico: até 20 de dezembro.

Juros e multa INSS atrasado

Quem pagar INSS atrasado terá que arcar com custos de juros e multa, conforme a legislação exige. É possível fazer cálculo do INSS atrasado pela internet.

Os juros correspondem à taxa SELIC e são de 1% ao mês. Já a multa é de 0,33% por dia atrasado.

Recolher INSS guia GPS: valores

O valor mínimo para recolhimento INSS é de R$ 10,00. Já o limite máximo para pagamento da guia GPS é de R$ 1 mil reais. E pode ser feito por apps, em agências, loterias etc.

Dúvidas? Não deixe de contatar o INSS ou até mesmo a Receita Federal. Também é importante guardar os comprovantes de pagamento da guia Código 1201 GPS INSS, até para que você tenha garantias caso haja algum problema.

Não se esqueça de no caso de segurados facultativos, autônomos e outros, o pagamento da guia GPS é de responsabilidade do próprio trabalhador. Desse modo, sempre esteja em dia com o INSS para não perder os seus benefícios. Nunca se sabe o momento em que você vai precisar deles.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Pagamento de Aposentados INSS

INSS 2021 Pagamento de Aposentados

Você é aposentado do INSS e está aguardando novidades sobre o pagamento de aposentadoria do INSS em 2021? Saiba algumas novidades para o aposentado do INSS em 2021 e confira maiores informações.

pagamento-de-aposentados-inss

Entre as novidades declaradas para o INSS em 2021 é que o valor máximo a ser pago pela instituição é de R$5.531,31 e que este valor foi definido de acordo com o valor da inflação de 5,7%. Segundo a lei do orçamento, em 2021 o salário mínimo aumentará e este valor ainda incorpora a valorização prevista pelo governo de 50% do PIB do país. O que é um acréscimo de 0,9%. Por exemplo, um aposentado que receba R$ 1 mil terá reajuste de R$ 57. Mas, este valor ainda não está definido, porque o valor da inflação não é definido, pois pode sofrer oscilação o que muda os cálculos tanto do salário mínimo quanto do valor máximo a ser pago para os aposentados. Mas, há projetos de lei que prevê que o índice do salário mínimo também se estenda aos aposentados, ou seja, o reajuste feito não só pela inflação, mas pelo valor do PIB. Para o valor de 2021 em breve iremos atualizar as informações.

Confira a tabela de pagamentos dos aposentados do INSS em 2021 acessando o seguinte link: Calendário de Pagamento do INSS 2021

Os políticos interessados nesta causa estão correndo com estas melhorias para os aposentados, pois ano que vem com eleições as mudanças serão mais difíceis.

Quanto à última mudança de pagamentos aos aposentados do INSS no início deste ano, o modelo de pagamento permaneceu igual ao do ano anterior. Os aposentados que ganham até um salário mínimo tiveram os benefícios pagos num período de dez dias, dos cinco últimos dias úteis do mês de competência até os cinco primeiros dias do mês seguinte. Já os aposentados que recebem acima do limite o pagamento foi feito nos cinco primeiros dias uteis do mês seguinte ao da folha de pagamento. Lembrando que estes pagamentos são feitos com o último número do cartão do benefício, exclui-se o dígito verificador (aquele número após o traço).

Tabela Pagamento Aposentadoria INSS 2021

Já está disponível a tabela com as datas de pagamento da Aposentadoria INSS de 2021. A tabela é divulgada anualmente para ajudar os beneficiários das aposentadorias a saberem quando poderão receber o benefício, isto ajuda muito a organizar as despesas domesticas, já que é possível ir ao banco na data correta para o recebimento.

Não é preciso sacar o pagamento da aposentadoria no mesmo dia em que ela é liberada, e o aposentado ainda pode escolher receber no banco em que achar mais conveniente.

Os pagamentos da aposentadoria pelo INSS são feitos de acordo com o número do benefício, para consultar o seu, verifique o último número antes do digito.

Por exemplo, se o número for 123.456.789-0 o benefício segue a linha de final 9 na tabela abaixo, e será pago dia 07 em janeiro e novembro, e dia 4 em fevereiro, março e agosto, dia 6 em abril e janeiro de 2021, e assim por diante.

Final Dez/15 Jan/16 Fev/16 Mar/16 Abr/16 Mai/16 Jun/16 Jul/16 Ago/16 Set/16 Out/16 Nov/16 Dez/16
1 22/Dez 25/Jan 23/Fev 24/Mar 25/Abr 24/Mai 24/Jun 25/Jul 25/Ago 26/Set 25/Out 24/Nov 22/Dez
2 23/Dez 26/Jan 24/Fev 28/Mar 26/Abr 25/Mai 27/Jun 26/Jul 26/Ago 27/Set 26/Out 25/Nov 26/Dez
3 28/Dez 27/Jan 25/Fev 29/Mar 27/Abr 27/Mai 28/Jun 27/Jul 29/Ago 28/Set 27/Out 28/Nov 27/Dez
4 29/Dez 28/Jan 26/Fev 30/Mar 28/Abr 30/Mai 29/Jun 28/Jul 30/Ago 29/Set 28/Out 29/Nov 28/Dez
5 30/Dez 29/Jan 29/Fev 31/Mar 29/Abr 31/Mai 30/Jun 29/Jul 31/Ago 30/Set 31/Out 30/Nov 29/Dez
6 4/Jan 1/Fev 1/Mar 1/Abr 2/Mai 1/Jun 1/Jul 1/Ago 1/Set 3/Out 1/Nov 1/Dez 2/Jan
7 5/Jan 2/Fev 2/Mar 4/Abr 3/Mai 2/Jun 4/Jul 2/Ago 2/Set 4/Out 3/Nov 2/Dez 3/Jan
8 6/Jan 3/Fev 3/Mar 5/Abr 4/Mai 3/Jun 5/Jul 3/Ago 5/Set 5/Out 4/Nov 5/Dez 4/Jan
9 7/Jan 4/Fev 4/Mar 6/Abr 5/Mai 6/Jun 6/Jul 4/Ago 6/Set 6/Out 7/Nov 6/Dez 5/Jan
0 8/Jan 5/Fev 7/Mar 7/Abr 6/Mai 7/Jun 7/Jul 5/Ago 8/Set 7/Out 8/Nov 7/Dez 6/Jan

*Tabela do ano anterior

Muita gente pensa que o benefício tem data sempre igual, mas não é assim. Como você pode ver, as datas mudam, embora sejam sempre bem perto uma das outras.

Outro ponto a considerar, é que há datas diferentes para quem recebe até um salário mínimo e para quem recebe mais de um salário mínimo de pagamento de aposentadoria pelo INSS.

A tabela de pagamentos para quem recebe mais de um salário mínimo é esta aqui abaixo, e a forma de consultar é a mesma, sempre pelo último número do benefício, ignorando o digito.

Final Dez/15 Jan/16 Fev/16 Mar/16 Abr/16 Mai/16 Jun/16 Jul/16 Ago/16 Set/16 Out/16 Nov/16 Dez/16
1 e 6 4/Jan 1/Fev 1/Mar 1/Abr 2/Mai 1/Jun 1/Jul 1/Ago 1/Set 3/Out 1/Nov 1/Dez 2/Jan
2 e 7 5/Jan 2/Fev 2/Mar 4/Abr 3/Mai 2/Jun 4/Jul 2/Ago 2/Set 4/Out 3/Nov 2/Dez 3/Jan
3 e 8 6/Jan 3/Fev 3/Mar 5/Abr 4/Mai 3/Jun 5/Jul 3/Ago 5/Set 5/Out 4/Nov 5/Dez 4/Jan
4 e 9 7/Jan 4/Fev 4/Mar 6/Abr 5/Mai 6/Jun 6/Jul 4/Ago 6/Set 6/Out 7/Nov 6/Dez 5/Jan
5 e 0 8/Jan 5/Fev 7/Mar 7/Abr 6/Mai 7/Jun 7/Jul 5/Ago 8/Set 7/Out 8/Nov 7/Dez 6/Jan

*Tabela do ano anterior

O INSS alerta que o segurado precisa tomar cuidado com seus dados do benefício e não fornecer o número do mesmo e nem dos seus documentos para evitar que terceiros saquem seus benefícios. Outra atenção que o INSS dá aos aposentados é não fornecer esses dados por e-mail ou telefone, pois o INSS não faz isto e isto pode ser um golpe. Tendo dúvidas ou precisa sacar seus benefícios procure uma agência do INSS para se informar.

*Lembrando que a tabela acima é do ano anterior, apenas para ilustração, assim que sair a tabela atualizada de 2021 iremos atualizar aqui.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Pagar INSS Dona de Casa – Valor

INSS Dona de Casa Valor

Se você, homem ou mulher, trabalha em casa de família, deve recolher a contribuição previdenciária. Essa é a única maneira de garantir os benefícios concedidos por essa instituição. Descubra agora mesmo como pagar o INSS de dona de casa e garanta já os seus direitos trabalhistas.

inss-dona-de-casa

Pagamento de INSS Dona de Casa

Existem basicamente duas modalidades de pagamento de ISS de dona de casa. Se você é dona de casa e sua família é de baixa renda, poderá contribuir com uma alíquota menor. Atualmente ela é de 5% do salário mínimo, algo em torno de R$35,00. Esse valor deve ser recolhido mensalmente para que os benefícios sejam garantidos.

Agora, se a dona de casa possuir renda familiar alta, deverá recolher com base na alíquota de 11% ou 20%. Lembrando que para comprovar que a família é de baixa renda é preciso que você possua cadastro no CadÚnico. Esse cadastro pode ser feito no CRAS da sua região. Agora que você já sabe quanto a dona de casa paga de INSS, é hora de começar a recolher.

Muitas donas de casa nem pensam em pagar INSS, pois acreditam que isso é desnecessário. Será mesmo? Infelizmente as pessoas não nascem com o “dom da adivinhação” (ao menos a maioria delas) e o futuro é algo complicado de visualizar.

Assim, contribuir com o INSS pode ser o “plano B”, caso algo dê errado futuramente.

Como pagar INSS Dona de Casa

O pagamento de INSS de dona de casa é facultativo. Dessa forma, cabe a própria dona de casa fazer o pagamento todos os meses. Apesar de ser opcional, é importante que você saiba que o único jeito de aposentar é recolhendo as contribuições. Além da aposentadoria por idade e por tempo de serviço, o trabalhador que realiza o pagamento de INSS de dona de casa tem direito ao auxílio doença.

inss-do-lar-pagamento-valor-recolhimento

Agora que você já sabe a importância de realizar o pagamento mensal, saiba como fazer isso. Através de um carnê você poderá pagar o INSS de dona de casa todos os meses. Evite atrasos no pagamento para que seus benefícios continuem em dia. Dessa forma você poderá receber uma aposentadoria no futuro. Veja como pagar acessando: Pagar INSS Autônomo.

Nunca se sabe quando se precisará de algum auxílio do INSS, não é mesmo? Assim, quando a dona de casa contribui com o INSS está pensando em ter um mínimo de aposentadoria, caso venha a precisar no futuro.

As contribuições ao INSS devem ser levadas como se fossem uma poupança a longo prazo. No entanto há quem discorde e diga que no caso de contribuintes facultativos do INSS, como donas de casa, existem outras opções de investimento no mercado que poderiam garantir um futuro mais promissor para que neles investem, como as previdências privadas, seguros e outros.

Verifique qual o melhor meio de pagar aposentadoria para dona de casa. Pode ser que o valor da aposentadoria do INSS não agrade  a todos, mas de outro lado, é quase que uma certeza que o INSS existirá por muito tempo, ao contrário dos bancos, por exemplo.