Autor: admin

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Tabela INSS 2021 – Calendário, Datas

Calendário de Pagamento INSS 2021

O Instituto Nacional de Seguro Social – INSS, é uma autarquia vinculada ao Ministério da Previdência Social, ou seja, à União Federal.

O INSS foi criado em 1988 (no ano da edição da nova Constituição Federal) e tem várias funções, dentre elas o pagamento de benefícios sociais relacionados à Previdência Social, como aposentadorias, por exemplo, dentre vários outros.

tabela-inss

O INSS tem por escopo garantir que todos os trabalhadores passem a contribuir com a previdência social, para que, quando precisarem, recebam seus benefícios.

Benefícios pagos pelo INSS

São pagos pelo INSS os benefícios: aposentadorias por idade, para pessoas com deficiência, por tempo de contribuição, serviço, de professores, invalidez, especiais por tempo de contribuição; auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão, pensão por morte, salário-família, salário-maternidade e outros vários benefícios.

Tabela INSS 2021 Valor de Pagamento

Os valores pagos pelo INSS vão mudar de acordo com o valor das contribuições pagas pelos trabalhadores. São exemplos de contribuintes: o individual, o facultativo, o obrigatório (como empregados), os trabalhadores domésticos e os avulsos.

Tabela INSS 2021 Consulta

É por meio da Tabela INSS que você saberá o valor, o prazo e as alíquotas dos benefícios sociais pagos pelo Instituto Nacional de Seguro Social – INSS todos os anos.

A Tabela é divulgada publicamente pelo Governo Federal e é acessível por todos os cidadãos brasileiros, que podem saber antecipadamente tudo o que precisarem sobre o pagamento dos benefícios INSS 2021.

Quem recebe calendário pagamento INSS 2021

O calendário de pagamento INSS 2021 compreende aposentados, pensionistas, afastados ou outros tipos de segurados da Previdência Social conforme a legislação que rege o tema.

Fique atento aos prazos de saque da tabela INSS. O calendário é atualizado todos os anos.

Como funciona a Tabela INSS 2021

A Tabela do INSS 2021 funciona da seguinte forma:

  • Para até 1 salário mínimo: a Tabela do INSS trata dos benefícios com valor de até 1 salário mínimo, os quais estão disponíveis para consulta através do último número NIT. Lembre-se de que os beneficiários do INSS recebem seus benefícios em meses diferentes.
  • Para valores acima de 1 salário mínimo: Você poderá verificar a lista de pagamento INSS também pelo NIS (também chamado de número do PIS).

Prazo para saque INSS

O INSS permite o saque de benefícios até o final de cada mês, com o uso do cartão próprio do INSS.

Calendário INSS 2021

O calendário oficial de pagamento da tabela INSS 2021 não foi publicado pelo Governo Federal. Contudo, você pode ter uma ideia por meio da tabela INSS do ano anterior.

Veja abaixo as datas de pagamento de benefícios da Tabela INSS:

tabela-inss-2021
Tabela INSS 2021 – Calendário de Pagamento do INSS 2021

Assim que estiver disponível a tabela INSS 2021 atualizaremos aqui para você, por isso não deixe de conferir sempre o site. Você também pode acompanhar o site do Governo para conferir os valores atualizados.

Tabela INSS alíquota de contribuição 2021

A tabela do INSS 2021 também tem a função de informar os beneficiários a respeito da alíquota do INSS que será cobrada dos trabalhadores (geralmente descontada na folha de pagamento).

Veja a tabela INSS 2021 abaixo:

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO (EM R$) ALÍQUOTA DO INSS
Até 1.659,38 8%
De 1.659,39 até 2.765,66 9%
De 2.765,67 até 5.531,31 11%

*Sempre confirme os valores atualizados

Como consultar saldo INSS 2021?   

Para saber se você já recebeu o seu benefício INSS, ou seja, para consultar o extrato INSS é muito simples, bastando acessar o site da Previdência Social.

O acesso é gratuito e é uma forma prática de verificar seus pagamentos no conforto do seu lar e sem enfrentar filas quilométricas de bancos ou da Previdência Social, que geralmente são bem demoradas.

inss-calendario

Qualquer pessoa pode fazer a consulta por meio de celulares, tablets, ipads e outros dispositivos conectados à internet.

O extrato INSS permite que você saiba se o seu benefício foi pago corretamente, além de comprovar a renda dos segurados do INSS.

Acesse o site da internet https://meu.inss.gov.br/central/index.html e verifique qual é o seu saldo de benefícios. Lá você terá uma lista dos pagamentos realizados, dos saques, depósitos, empréstimos consignados, por exemplo, e outras dezenas de informações do INSS 2021.

Qualquer segurado pode consultar os pagamentos da tabela INSS 2021 usando o extrato, seja auxílio-doença, aposentadoria, auxílio-reclusão, dentre outros.

De qualquer forma, embora ultimamente tenha havido várias polêmicas a respeito de uma possível reforma da previdência social, se você for empregado de empresa privada vale a pena, ainda assim, contribuir com o INSS.

É uma garantia de que você terá, senão uma renda mensal, mas ao menos um complemento de renda quando infelizmente sofrer um acidente, ficar doente ou vier a se aposentar. Não se esqueça dos seus direitos e fique atento aos prazos e datas da Tabela INSS 2021.

Não deixe de sacar os seus benefícios ou de se atentar às novas alíquotas para não ficar desemparado quando eventualmente vier a precisar do INSS. Caso fique alguma dúvida, acesse o site da Previdência Social e saiba mais a respeito.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Doméstica Legal Calculadora, Salário, Direitos

Calculadora Doméstica Legal

Manter uma empregada domestica não significa somente pagar o seu salario. Veja quanto gasta mensalmente com a empregada. Os direitos e gastos de uma empregada Doméstica Legal.

Hoje em dia, as empregadas domesticas estão dotadas de inúmeros direitos que devem ser pagos pelos empregadores, como se fossem funcionários de uma empresa normal. A única diferença é que a empregada Doméstica Legal pode ser contratada por uma pessoa física, sem precisar de CNPJ e de uma empresa aberta, ao contrário da contratação de outros tipos de profissionais.

domestica-legal

Como estas regras mudaram e as empregadas domesticas possuem direitos que estão protegidos pelo governo, os empregadores precisam preocupar-se com quanto realmente gastarão mantendo o salário de Doméstica Legal, visto que dependendo do salário a ser pago, as porcentagens de INSS e de FGTS serão maiores ou também menores. no entanto, o mínimo que uma empregada Doméstica Legal pode receber é o equivalente ao salário mínimo vigente.

Para que os empregadores tenham mais facilidade de calcular o gasto real que terão com uma domestica, foi criada uma calculadora de salário, no qual os empregadores poderão saber o valor exato que terão que pagar para manter uma empregada Doméstica Legal. Este valor é pago para as pessoas que recebem carteira assinada.

Calcular Salário Doméstica Legal

Faça uso da calculadora de salário de uma Doméstica Legal.

Para poder calcular o salário e os demais pagamentos de uma empregada com carteira assinada, acesse o site: https://www.domesticalegal.com.br/utilidades/calculadora-do-empregador/ a calculadora de salário permite que o empregador coloque o valor que a empregada irá receber, e ao clicar no link “calcular” será dado o valor total com todos os descontos, em base do salário que informou à empregada que seria pago.

domestica-legal-calculadora

Lembrando que nesse cálculo, é preciso também informar se a colaboradora irá receber o vale transporte, pois no momento da calculadora de salário realizar o calculo, serão descontadas outras taxas referentes a este beneficio. As principais taxas que são calculadas para o salário de Doméstica Legal são: o salário bruto informado pelo empregador, o desconto do INSS, o vale transporte, o seguro para caso de acidente de trabalho, o FGTS, e a Antecipação da Multa de 40% do valor do FGTS.

Todos estes itens são demostrados ao empregador graças à calculadora de salário da empregada Doméstica Legal, também é preciso preocupar-se com o período de férias do colaborador, pois terá que ser gasto outros valores caso deseje deixar alguém na função durante que o mesmo esteja no seu período de férias.

As horas extras que a empregada Doméstica Legal receberá também são valores que não entram na calculadora de salário, visto que a mesma não estará fazendo hora extra diariamente, apenas em períodos solicitados pelo empregador. Por isso, o valor que será pago pelas horas extras da empregada deverá compro também a sua tabela de gastos com o mesmo. Também pode organizar-se para que os gastos que tem preparado para investir na sua empregada doméstica não fujam do seu planejamento, e a calculadora lhe auxiliará a manter o seu orçamento.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Regras de Transição Aposentadoria

Aposentadoria Regras de Transição

Veja quais são os procedimentos para entrar na Aposentadoria pelo INSS e quais são as novas regras para transição de aposentadoria, seja ela proporcional, por tempo de contribuição e por idade.

A partir que se escuta falar de rombo da previdência, uma das alternativas apresentada pelo presidente é mexer na Aposentadoria onde ele apresentou sua proposta e este ainda deve ser votado tanto na Câmera e Senado, a Aposentadoria portanto é de fato um direito adquirido de muitas pessoas, o grande temor e que possa ser algo repentino e agressivo com as pessoas que faltam pouco a chegar ao tão esperado momento de aposentar-se e desfrutar do fruto do seu trabalho.

regras-de-transicao-aposentadoria

Sendo assim a proposta do presidente prevê regra de Transição para um grupo especifico de pessoas, isto por tanto tira a duvida de muitas pessoas, isso é promulgado para prevenir grandes distorções de que as pessoas que estejam a um ou 5 anos de se aposentar precisariam em torno de 10 ou 15 anos, então, o objetivo das Regras de Transição da aposentadoria do INSS é submeter a um processo gradual da antiga previdência para a nova de maneira gradual, sem grandes impactos para a sociedade.

A quem se aplica as novas regras de transição de aposentadoria?

A regra de Transição presentada será aplicada a mulheres de 45 anos e os homens a partir de 55 anos, sendo assim os contribuintes nessa faixa etária para adquirir a Aposentadoria por tempo de contribuição assim que tenham completado o requisito da previdência antiga, deveram pagar com 50% proporcional ao tempo que faltara com a nova promulgação da reforma.

Por exemplo, se um homem de 54 anos que haja começado desde os 18 anos a trabalharem, mas teve uns anos que não teve registro somando ele atingiu 27 anos de contribuição, por tanto na antiga previdência faltariam 8 anos para atingir os 35 anos de contribuição, mas nesse caso quando for aprovada a reforma, segundo a regra de Transição devera pagar um pedágio de 50% do tempo faltante, sendo assim a metade de 8 e 4, por tanto para esse homem faltaram 12 anos de contribuição. Se faltava 8 anos na antiga previdência ele se aposentaria com 62 anos, mas com a nova ele se aposentara aos 66 anos, isso sendo a Aposentadoria por tempo de contribuição.

As Regras de Transição por idade segue da seguinte maneira, lembrando que na antiga previdência as mulheres se aposentam as 60 anos e homens a partir dos 65 anos, tendo pelo menos 15 anos de contribuição, sendo assim a regra e a mesma tendo em conta o pedágio de 50 % do tempo de contribuição que falta, sendo assim um homem que tem 62 anos e contribuiu por 12 anos sendo assim faltam 3 anos para poder se aposentar, a metade de 3 e 1,5 somando temos 4,5 anos, neste caso o homem que se aposentaria aos 65 anos na antiga previdência tendo os 15 anos de contribuição mínima, na nova previdência poderá se aposentar aos 66,5 anos, tendo que trabalhar mais 1,5 anos.

Tabela Regras de Transição Aposentadoria

tabela-transicao-aposentadoria

Todos os cálculos são proporcionais ao tempo de contribuição referenciando a idade dos contribuintes, mas ainda não estipularam o nível máximo ate quantos anos faltantes será vigorada a regra da Transição, porque proporcionalmente quando mais anos falta maior será a diferença. Para saber maiores informações, você deve acompanhar as novas regras da Reforma da Previdência Social.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Averbação de tempo de serviço INSS

INSS Averbação de tempo de serviço

Várias pessoas não conseguem obter a aposentadoria do INSS pois não conseguem averbar o seu tempo de serviço nos períodos que não constam como contribuição ao INSS. E é o caso daqueles que eram empregados , e posteriormente passaram a exercer atividades consideradas autônomas, depois retornaram as qualidades de segurados empregados. Confira mais informações sobre a averbação de tempo de serviço do INSS.

inss-averbacao

Existem ainda casos que as empresas onde trabalhavam não recolhiam as contribuições previdenciárias de INSS nas épocas próprias ou também faliram ou desapareceram sem deixar rastros, os trabalhadores não dependem delas para provar o tempo de contribuição para que possam ter a tão desejada aposentadoria. Se você possui este problema siga algumas dicas abaixo.

Como acontece a averbação de tempo de serviço?

Para quem tiver tempos constantes na CTPS deverá realizar o agendamento através do telefone 135 visitando ao INSS para que eles possam analisar toda a documentação fornecendo as certidões de tempos de serviço.

Depois desta data de agendamento que deverá acontecer através do INSS é preciso se providenciar juntamente ao DRE uma declaração funcional para os fins de averbação, sempre observando que esta declaração deverá ter uma validade de apenas 30 dias.

Da posse da certidão que o INSS deverá fornecer, o servidor deverá dar entrada através do DRE em um processo de averbação de tempos de serviços.

Os processos deverão ser analisados através do GATES e se todas as informações estiverem corretas, o tempo deverá ser averbado depois da publicação no DODF. Uma informação importante é que a certidão que for fornecida através do INSS deverá especificar que é para fins de averbação juntamente a SEEDF.

Para quem possui tempo constante nas certidões emitidas através de órgãos públicos: É necessário que se providencie juntamente ao órgão a certidão de tempo de serviço, e de posse da certidão o servidor deverá dar a entrada juntamente a DRE/GTP em processos de averbação de tempo de serviço.

Este tipo de processo deverá ser analisado através da GATES e se todas as informações estiverem corretas, o tempo deverá ser averbado após a realização da publicação do DODF. Com estes passos é possível se ter a aposentadoria com a averbação pelo tempo de serviço.

Simulação de Tempo de Serviço na internet

Antes de fazer a simulação do Tempo de Serviço, é preciso que reúna o máximo de informações possíveis do seu trabalho até agora, desde a idade com a qual iniciou, até os dias atuais. Quanto mais informação tiver, mais previsto será o calculo e terá uma simulação melhor prevista no futuro.

Quem não tiver todas as informações em mãos sobre o Tempo de ServiçoINSS, poderá consultar estas informações junto ao INSS ou junto à Previdência Social. Estas entidades possuem registros de contribuições de cada pessoa. Basta penas apresentar os documentos pessoais e acercar-se em uma delas, que os registros serão consultados e poderá ter uma simulação mais exata.

Para finalmente fazer esta simulação, é preciso entrar no site: http://sibe.INSS.gov.br/PortalSibeInternet/pages/compdir/principalsimuladormanual.xhtml#sibe o SIBE, é um simulador onde podem ser colocadas as informações como: o numero de NIS, e dentro da plataforma todas as informações obtidas sobre seu Tempo de ServiçoINSS. Conferidas estas informações, o site lhe gera uma previsão de quando poderá se aposentar, e de quanto receberá naquele momento.

A simulação do Tempo de Serviço demostra as informações mais próximas de sua realidade atual, mas não garante que assim mesmo aconteça no futuro, pois se deixar de contribuir por um período após ter realizado a simulação, é muito possível que tenha uma grande variação das informações que são lhe apresentadas hoje. Para que isso não aconteça, tente fazer esta consulta quando estiver próximo do tempo de aposentar-se, que as informações serão as mais corretas.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Aposentadoria Especial Insalubridade

Como se aposentar por Insalubridade com a aposentadoria Especial do INSS

O que é aposentadoria especial?

A aposentadoria especial insalubridade é uma espécie de aposentadoria concedida em razão do exercício de atividades consideradas prejudiciais à saúde ou à integridade física, ou seja, é um beneficio de natureza previdenciária que se presta a reparar financeiramente o trabalhador sujeito a condições de trabalho inadequadas. A aposentadoria especial é um beneficio que visa garantir ao beneficiado do regime geral de Previdência Social uma compensação pelo desgaste resultante do tempo e serviço prestado em condições prejudiciais a sua saúde.

aposentadoria-especial-insalubridade-300x203

A visão geral do regulamento da Previdência Social é de que se aposentadoria especial, uma vez cumprida a carência exigida, será devida ao segurado empregado, trabalhador avulso e contribuinte individual, este somente quando cooperado filiado a cooperativa de trabalho ou de produção, que tenha trabalhado durante 15, 20 ou 25 anos, conforme  caso, sujeito a condições especiais que prejudiquem  a saúde ou a integridade do indivíduo.  Conforme se vê no 1° parágrafo do artigo 201 da carta: “É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para concessão de aposentadoria aos beneficiários do Regime Geral de Previdência Social, ressalvados os casos de atividades exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física, definidos em lei complementar. Portanto, as normas que disciplinem o tema devem ter natureza de lei complementar, sendo que, até sua edição, terão esta hierarquia as contidas nos artigo 57 e 58 da Lei n.º 8.213/91”.

Lembrando: o que dá mesmo a aposentadoria especial por insalubridade ao contribuinte é trabalhar com agentes prescritos no anexo IV do decreto 3048 de maio de 1999, o chamado Regulamento da Previdência Social (RPS).

O menor tempo para alegar carência a aposentadoria especial, é de 180 meses que correspondem a 15 anos. Tem de haver comprovante de trabalho nesse intervalo de tempo, entre 15 e 25 anos, em atividades prejudiciais à saúde ou a integridade física.

Um dos elementos de trabalho insalubre que podem dar dor de cabeça na hora de pedir a aposentadoria especial é se o seu trabalho for por manuseio de máquina de raios-X.

aposentadoria-insalubidade-previdencia-social

Requisitos para a Aposentadoria Especial?

As alterações são muito significativas, mas o governo ainda está votando na proposta antes de fazer a liberação da mesma. Existem alguns detalhes que são importantes e que os servidores públicos envolvidos devem ter conhecimento, eles dizem respeito aos requisitos necessários.

Os requisitos para aposentadoria especial carreira de risco acabaram ganhando novidades pelo fato de que se trata de um novo benefício e o governo tem que ter um fundo para poder garantir esse direito. A sugestão é que a contribuição sobre os salários para o fundo seja um pouco mais alta e passe a ser descontado algo em torno de 8,5%, atualmente está em 7,5%.

O projeto ainda está em tramitação e aguarda uma decisão final sobre o assunto. Dessa forma, ainda não temos previsão sobre quando é que a mesma será aplicada e quais serão todos os detalhes a respeito, pois temos que aguardar a votação e decisão final.

Aposentadoria para carreira de risco com certeza é uma mudança significativa e por isso que necessita ser analisada com atenção antes de ser aprovada. Além da contribuição aumentar, o poder legislativo também vai analisar a questão do tempo mínimo de contribuição, a carência necessária, entre outras informações que envolvem uma aposentadoria, seja ela de qual for o tipo.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Tabela de Pagamento INSS

Tabela INSS 2021

Todos os segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), já podem conferir a tabela do INSS 2021 com os valores dos benefícios reajustados para o próximo ano. O INSS divulgou a tão esperada tabela de pagamentos 2021 para todo o ano que vem e para aqueles que recebem benefícios com um valor menor que um salário mínimo, os pagamentos já começaram à ser feitos.

inss-tabela-de-pagamento

A tabela de pagamento INSS 2021 será enviada para mais de 1.300 agências do INSS com as datas e informações necessárias para que os pagamentos sejam feitos sem atrasos ou maiores problemas. A Tabela de Pagamento do INSS 2021 também será enviada para todos os bancos pagadores de benefícios para que não haja nenhum mal entendido, assegurando dessa maneira, o bem-estar e conforto dos segurados.

O site e o blog da previdência social também disponibilizará a nova Tabela de Pagamentos do INSS 2021 a partir da próxima semana para que os beneficiários não fiquem muito tempo curiosos, na expectativa de saber quando será feito o seu pagamento e para que possam se programar com calma, antecipadamente.

Os segurados também poderão ter acesso às datas do pagamento com os operadores da Central 135. Saiba que essa ligação é totalmente gratuita de telefones fixos ou públicos.

Vale ressaltar que o modelo de pagamento do INSS 2021 permanecerá o mesmo dos anos anteriores, onde os segurados com benefícios de até um salário mínimo terão seus depósitos realizados em um período de dez dias, que poderá se estender dos cinco últimos dias úteis do mês de vigente, até os cinco primeiros dias úteis do mês seguinte. No entanto, aqueles que recebem um valor acima de um salário mínimo, receberão os seus benefícios  nos cinco primeiros dias úteis do mês seguinte ao da folha de pagamento.

Além do benefício de um salário mínimo o máximo de até R$5.531,31. Benefícios da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) para idosos e portadores de deficiência recebem o valor mínimo de um salário mínimo. Já os benefícios pagos aos seringueiros e seus dependentes é um pouco maior do que um salário mínimo.

Atualmente cerca de 33 milhões de benefícios são pagos e os valores totais pagos de R$ 37 bilhões. Por isso, se tem benefício para receber fiquem atentas às datas e também aos valores do pagamento.

É importante saber que os depósitos são feitos de acordo com final do número de benefício, sem contar, é claro, com o digito final. Não se esqueça de que é proibido revelar o número de seu benefício para terceiros, para o seu próprio bem.

Confira a tabela de pagamento do INSS 2021 completa abaixo em breve assim que for divulgada:

tabela-pagamento-inss

Em breve a tabela de 2021 atualizada. Tabela acima de ano anterior apenas para conferência.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Atestado médico INSS para afastamento

Atestado INSS

Um dos assuntos que mais causam confusão quando estamos falando dos benefícios oferecidos pelo INSS é o afastamento médico. Muitas pessoas não sabem como funciona, nem mesmo se o atestado médico vale para afastamento no INSS.

atestado-medico-inss

Se essa é uma dúvida que você tem, está na hora de descobrir como a matéria é regulada no Brasil. Acompanhe o artigo e saiba mais sobre atestado INSS, sobre como funciona, como proceder e muito mais!

Atestado INSS: como funciona?

O atestado médico do INSS para afastamento é um documento emitido pelo órgão que concede a você trabalhador o direito de se afastar das atividades laborais.

Isso significa que você poderá cuidar da sua saúde e continuar recebendo um valor, pago pelo INSS, sem prejuízo do seu emprego. Mas esse benefício só é pago a partir do décimo quinto dia de afastamento do trabalho, por exemplo.

Assim que você conseguir um atestado médico indicando quantos dias você precisa se afastar, você deverá informar ao seu empregador e levá-lo diretamente ao INSS. Esse fato é imprescindível para que você não tenha problemas na hora de realizar seu benefício do INSS.

inss-atestado-medico-para-afastamento

Os primeiros quinze dias de afastamento devem ser pagos pela empresa. Se o seu atestado for de mais de quinze dias, você deverá usar o atestado médico para afastamento no INSS. Isso porque cabe a esse órgão de seguridade pagar os dias restantes que sejam superiores a quinze dias.

Quantos dias de atestado “entra” no INSS?

Se você precisa saber quantos dias de atestado precisa ter para ser afastado no INSS, saiba que para ser afastado no INSS com atestado médico você precisa imprimir um formulário no site desse órgão, marcando uma perícia médica.

atestado-medico-previdencia-social

Mesmo que você já tenha feito todos os exames, é preciso comparecer a essa perícia, levando todos os seus resultados médicos. Se o profissional do INSS reconhecer que de fato você precisa se afastar por mais de quinze dias, você começará a receber o benefício em até 30 dias da data da perícia do INSS.

Nesse sentido, pode-se afirmar que o atestado médico serve para afastamento pelo INSS se for aprovado pelo médico da previdência durante a perícia. O atestado, por si só, só vale perante a empresa durante os primeiros quinze dias.

atestado-inss-como-funciona

Recurso: atestado médico INSS

Caso você não tenha seu atestado médico INSS aprovado, poderá solicitar um pedido de reconsideração perante a previdência social. Não é nenhuma garantia de que haverá mudanças, entretanto, é mais uma chance que você terá de conseguir seu benefício do INSS.

Aliás, muitas pessoas têm dito que o INSS anda bem mais rigoroso para conceder benefícios, pensões e aposentadorias. Assim, é bom que todos os seus documentos estejam em dia para que você não tenha maiores problemas na hora de levar atestado médico no INSS.

Garanta o seu auxílio doença, agente uma perícia médica no INSS e faça valer esse direito tão importante para o trabalhador, que é usar o atestado médico no INSS.

Atestado Falso é Crime!

Não cometa esse erro, pois você pode ter o benefício negado ou suspenso, além de arcar com multas.

atestado-medico-falso

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Auxílio doença suspenso: O que fazer?

Situação do benefício suspenso / auxílio doença

A auxílio-doença é um benefício muito importante, pois garante o sustento do trabalhador durante os períodos de tempo em que se encontra incapacitado para o trabalho. Todos os anos milhares de pessoas passam por perícia médica no INSS para ter esse benefício. Descubra o que fazer se o auxílio doença for suspenso. Essa é uma situação muito comum, que pode ser evitada.

auxilio-doenca-suspenso-inss

Para ter o direito ao auxílio doença você deve passar por uma perícia médica. O INSS paga apenas os valores referentes ao período posterior aos primeiros quinze dias. Fica a cargo da empresa os dias iniciais do afastamento. Mas se você já tem o benefício, mas ele foi suspenso, é importante saber a causa. Fique por dentro de como voltar a receber o auxílio doença suspenso.

Benefício suspenso pelo INSS: por que isso acontece?

Uma das causas mais comuns para a suspensão desse benefício previdenciário é o término do prazo de afastamento determinado no atestado do perito. Isso porque quando a perícia é realizada, o médico do INSS define quantos dias você pode ficar afastado. O auxílio doença do INSS suspenso pode indicar que esse período acabou para você.

Prorrogação do auxílio-doença

Existe uma forma de resolver essa situação. Um dos procedimentos é o pedido de prorrogação. Trata-se de uma solicitação feita junto ao INSS para tentar aumentar o prazo de afastamento.

beneficio-suspenso-pelo-inss

Para prorrogar o auxílio doença suspenso é preciso que você compareça a uma das unidades do Instituto Nacional da Seguridade Social e faça um requerimento. Você pode marcar uma visita pelo telefone ou site do órgão.

Outro procedimento relacionado ao assunto é a revisão de auxílio doença suspenso. De tempo em tempo o INSS pode solicitar que você compareça a uma nova perícia, para diagnosticar se a situação que levou ao afastamento ainda persiste.

Isso porque muitas pessoas pegam afastamento, mas melhoram logo em seguida. Para evitar gastos desnecessários, o INSS convoca os segurados para perícias regulares.

Revisão auxílio-doença: é possível suspender?

Com a movimentação do governo federal da reforma da previdência social, vários beneficiários do INSS, dentre aposentados, pensionistas estão sendo convocados para a revisão do benefício.

beneficio-auxilio-doenca-inss-suspenso-o-que-fazer

Com a revisão, o INSS marca uma perícia para que se possa verificar se ainda persiste a condição que levou ao recebimento da aposentadoria e/ou do benefício. Não é raro, contudo, que nesse momento o perito do INSS acabe entendendo pelo fim dos benefícios. Mas ainda é possível fazer um pedido de reconsideração ao INSS, a fim de reverter essa decisão. Depois disso, se mesmo assim não lhe derem ganho de causa, se tiver condições de fazer exames, cogite procurar a defensoria pública ou em contratar um advogado para entrar com uma ação contra o INSS.

Nesse caso, durante a ação, que é de competência da Justiça Federal, a perícia não é feita pelo INSS.

Se você ainda ficou com dúvidas, não hesite em entrar em contato com o posto da previdência social mais próximo de você.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Portal do Servidor Benefícios

O que é Portal do Servidor?

O Portal do Servidor é um importante canal de comunicação entre o Governo Estadual e seus servidores públicos. Se você é servidor do Estado, poderá acessar os benefícios no Portal do Servidor.

Esse espaço oferece soluções variadas para os servidores públicos, sem contar que aliviaram boa parte da demanda dos Recursos Humanos (RH’s) de diversas repartições públicas do Brasil, facilitando a vida tanto do servidor como dos demais colaboradores envolvidos.

portal-do-servidor-funcionarios-publicos

Descubra agora mesmo como funciona o portal do servidore saiba como explorar ao máximo tudo que ele pode oferecer.

Como solicitar benefício no Portal do Servidor?

Talvez você não sabia, mas solicitar um benefício no Portal do Servidor é muito simples. São várias as opções para você que é servidor público, como aposentadoria, pensão por morte, auxílio doença e muito mais.

Cada Estado é responsável por manter o seu próprio Portal do Servidor. Dessa forma, se você mora em Minas Gerais, deverá acessar o portal deste Estado.  O mesmo se estiver em Goiânia, em Curitiba, em São Paulo, no Rio de Janeiro etc.

Portal do Servidor: contracheque

Também é possível usar o Portal do Servidor para ter acesso aos contracheques. Basta fazer um login simples utilizando o seu número do NIS ou do MASP.

Em poucos instantes o sistema irá permitir a consulta pelos contracheques de todos os meses trabalhados. Os benefícios do Portal do Servidor ficam disponíveis para você que tem algum vínculo com o Governo Federal. Acesse: Portal do Servidor Contracheque

Portal do servidor: clube de descontos

Outro grande benefício oferecido por alguns Estados através do Portal do Servidor é o clube de descontos.

Através deste programa os funcionários públicos podem adquirir produtos e serviços pagando menos.

Para saber quais são os benefícios do Portal do Servidor basta acessar o link do site do seu Estado e fazer uma consulta. O procedimento é muito simples e pode ser feito em poucos minutos.

E se a sua dúvida é sobre como conseguir um benefício no Portal do Servidor, a resposta é ainda mais intuitiva.

Ao acessar a página do benefício específico que você deseja ter acesso, você verá todas as informações necessárias para fazer a solicitação. Por exemplo, se for preciso apresentar algum documento específico, essa informação estará disponível na página do Portal do Servidor.

Benefícios do Portal do Servidor

O Portal do Servidor online é um excelente canal que facilita a sua vida. Dessa forma não é necessário que você se desloque até uma repartição pública para tirar dúvidas. Poderá inclusive pedir um benefício pelo Portal do Servidor, sem burocracia. Você que tem vínculos com o Governo, trabalhando de forma efetiva em um cargo ou função pública, pode contar com todos os benefícios oferecidos.

Quais benefícios dá o Portal do Servidor?

Se você está se perguntando quais benefícios concedidos pelo Portal do Servidor, saiba que isso pode variar.

Os benefícios oferecidos no Portal do Servidor são diferentes em cada Estado, por isso é importante que você confira se está acessando o site correto.

Isso porque cada Estado tem um governo e planejamento diferentes. Em muitos Estados existe o clube de descontos, por exemplo, enquanto alguns ainda não contam com essa vantagem.

portal-do-servidor-beneficios

Vantagens Portal do Servidor

Graças à tecnologia, ficou muito mais fácil consultar tudo o que você quiser pelo Portal do Servidor online. Quem atuava no serviço público antigamente sabe muito bem a dificuldade que havia quando se precisava de algum documento com urgência, como o contracheque.

Muitas vezes o servidor perdia boas oportunidades de negócios e até era prejudicado porque se precisasse de uma segunda via do contracheque, por exemplo, a demora era muito grande. Não por culpa do RH, em regra, mas porque as informações normalmente eram guardadas em pastas e livros.

Sem contar que os erros eram muitos maiores antes do Portal do Servidor existir nos Estados. Hoje, se você precisar, pode consultar o Portal do Servidor em qualquer computador com acesso à internet, em celulares, tablets e outros.

Login e senha: Portal do Servidor

Também não precisa estar no trabalho. Geralmente você precisa cadastrar senha e login no Portal do Servidor para acessá-lo de onde quiser.

Com o Portal do Servidor, as filas no RH diminuíram drasticamente e os servidores podem ter acesso quase que instantâneo sobre informações que lhes guardem respeito. Nada mais justo, não é?

Consultar benefícios: Portal do Servidor

Agora que você já sabe como consultar os benefícios no Portal do Servidor, está na hora de fazer um acesso.

Confira quais são as vantagens oferecidas pelo seu Governo. Não perca a chance de ter um benefício concedido, afinal de contas essas vantagens são direitos seus, como trabalhador Estadual. Não deixe de saber quais são essas vantagens e quais os requisitos para poder desfrutar de cada benefício. Acesse o Portal do Servidor pela internet agora mesmo.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

CADPREV Consulta

CADPREV – Sistema de Informações dos Regimes Públicos de Previdência Social

O Sistema de Informações dos Regimes Públicos de Previdência Social (CADPREV) é um importante sistema da Previdência Social que possibilita a realização de vários serviços. Descubra agora como funciona o CADPREV e aprenda a usar tanto a versão para web, quanto a versão para desktop desse sistema. Abaixo vamos mostrar como funciona o CADPREV, como fazer cadastro CADPREV, o que são consultas públicas CADPREV, como acessar o CADPREV e muito mais.

cadprev

Como funciona o CADPREV?

Através do sistema fornecido é possível fazer várias consultas públicas. Outras informações ficam restritas a pessoas que possuam acesso através de login, formado pelo número do CPF e uma senha previamente cadastrada.

Logo, pessoas “comuns” podem acessar o CADPREV por meio da consulta pública, o que exulta o princípio da transparência, especialmente em se tratando de recursos públicos de interesse coletivo.

Todas as pessoas podem usar o CADPREV para fazer as consultas públicas e acessar o DIPR.

Como fazer cadastro CADPREV?

É o próprio ente que faz o cadastro CADPREV, mediante o sistema informatizado, já que é ele quem faz os repasses previdenciários para os órgãos, como no caso do INSS.

O que são consultas públicas CADPREV?

As consultas públicas do CADPREV dizem respeito às aplicações e investimentos, além das políticas financeiras de órgãos que já instituíram regimes públicos de previdência social.

Esse regime também é conhecido como RGPS (Regime Próprio de Previdência Social). Descubra agora como acessar o CADPREV e ter acesso às informações de seu interesse.

Como acessar o CADPREV?

Uma das maneiras mais fáceis de fazer o acesso é através do CADPREV online. Basta que você acesse a página oficial desse sistema e navegar pelo menu. As opções disponíveis, conforme mencionado, são as consultas públicas e aquelas que só podem ser feitas por pessoas autorizadas, através de login e senha.

cadprev-acesso-manual-consulta

Isso mesmo, você pode acessar o CADPREV pela internet de forma rápida e fácil!

Em questão de minutos você pode ter informações sobre os investimentos realizados pelo seu município, por exemplo, que é um ente federado. A consulta no CADPREV pode ser feita tanto por município quanto por Estado.

Outra forma de acessar o sistema é através de um programa de computar. O CADPREV pelo desktop funciona muito bem. Você só precisa fazer o download diretamente na página do sistema. Em poucos minutos é possível fazer a instalação. Dessa forma você não precisará nem abrir um navegador de web para acessar o sistema.

Manual CADPREV

No site da Previdência Social é disponibilizado um Manual CADPREV, caso tenha restado qualquer dúvida a respeito do funcionamento desse sistema.

Em verdade, o CADPREV é a verdadeira demonstração do uso da tecnologia para o favorecimento das políticas públicas voltadas à população. Também facilita a gestão dos valores relacionados aos repasses previdenciários, o que é importantíssimo para manter o acesso e a probidade do sistema.

Agora que você já sabe para que serve o CADPREV, está na hora de conhecer esse serviço. O CADPREV facilita (e muito) a informatização de dados relacionados à Previdência Social.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Comprovação da Remuneração do Empregado

Prova da remuneração do empregado

Um dos assuntos que mais movimenta discussão no Direito do Trabalho no Brasil diz respeito ao pagamento do salário aos empregados.

comprovacao-remuneracao-empregado

Muitas vezes os funcionários acusam os empregadores de faltarem com o dever legal de pagar mensalmente a remuneração estabelecida na Carteira de Trabalho. Nesses casos cabe ao empregador a Comprovação da Remuneração do Empregado.

Abaixo saiba como fazer prova da remuneração do empregado sem ter dores de cabeça no futuro.

Como provar o pagamento de salário?

 

De acordo com a lei brasileira, se você é empregador, deverá remunerar os funcionários e fornecer recibo, assinado pelos empregados. Esse é o meio correto para fazer a Comprovação da Remuneração do Empregado. Mas muitas vezes os pagamentos são feitos sem emissão de recibo, ou mesmo sem a assinatura do empregado, resultando em problemas futuros para você empregador.

Isso é muito comum se a empresa usa sistema informatizado, por exemplo. Se você está passando por uma situação parecida, está na hora de saber como fazer a Comprovação da Remuneração do Empregado. Apesar de o recibo assinado ser o meio qualificado de prova de pagamento do salário, alguns tribunais têm entendido que as simples fichas financeiras podem ser utilizadas como prova.

Recibo: comprovante do salário do empregado

Dito isso, o documento para Comprovação da Remuneração do Empregado continua sendo o recibo emitido pelo empregador e assinado pelo empregado. Todavia, na falta deste recibo você empregador poderá apresentar em juízo as fichas financeiras de pagamento, ainda que sem a assinatura do empregado. Sendo assunto ainda não pacificado na doutrina e tribunais, cabe disputa caso a caso.

Prova de pagamento do empregado: ônus

Em regra, você também precisa saber que, para o Direito, o ônus é daquele que alega. Assim, se o empregado disse receber valor que não condiz com a realidade, por exemplo, ele deve provar que recebe no montante alegado.

No entanto, a Justiça Trabalhista entende que o empregado é hipossuficiente, ou seja, o mais “frágil” da relação com o empregador. Por conta disso, não é raro vez juízes desonerando o empregado que alegou algum problema com o salário, de trazer provas.

recibo-de-pagamento-empregado

Nesse caso, incumbirá ao empregador fazer a prova de pagamento do empregado, em algo que se chama de “inversão do ônus” da prova. Ou seja, quem alegou foi o empregado, logo, ele deveria provar. Mas se o juiz entender diferente, não será ele quem terá que provar a remuneração, mas sim o seu empregador.

Como provar renda do empregado?

Agora que você já sabe o que é a Comprovação da Remuneração do Empregado, já tem bases suficientes para tratar do assunto.

Sempre que possível, forneça ao trabalhador um recibo de pagamento de salário e exija a assinatura. Esse é o meio mais seguro para conseguir fazer prova do correto pagamento de todas as verbas trabalhistas.

Em todo caso, poderá recorrer ao Judiciário para tentar fazer prova através de outros documentos que atestem o pagamento do salário do empregado.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Declaração de Regularidade

Certidão de regularidade: o que é

Se você é contribuinte individual é importante saber o que é a Declaração de Regularidade. Trata-se de um documento que atesta que você está em dia com os recolhimentos previdenciários, além de que está tudo certo com a sua situação cadastral. Através desse documento você pode ficar por dentro de como anda o seu histórico junto ao INSS.

declaracao-de-regularidade

A certidão de regularidade da Previdência Social é importante para várias questões envolvendo o contribuinte, como participar de licitações públicas, contratos e outras questões, sem contar no caso de ações judiciais que envolvam o tema, por exemplo.

Como se vê, a declaração de regularidade do INSS é um instrumento bem necessário para a prevenção.

Muitas vezes o contribuinte acha que “está tudo certo”, mas acaba ocorrendo algum problema de ordem prática, por exemplo, erros no sistema, além de outras questões que possam surgir e ele só fica sabendo quando o “probleminha” vira um “problemão”.

Desse modo, saiba tudo sobre como expedir a suadeclaração de regularidade. É simples e descomplicado. Nada de burocracia para dificultar a emissão da certidão de regularidade. Vamos lá ver todos os passos para tirar a declaração de regularidade? Acompanhe o artigo.

Como emitir declaração de regularidade?

Assim como vários serviços oferecidos pela Previdência Social, emitir a Declaração de Regularidade é um deles.

Todo contribuinte individual pode emitir certidão de regularidade para os fins que julgar necessários. Descubra agora como funciona a emissão desse documento, onde fazer e também como confirmar a sua autenticidade.

Não consigo emitir declaração de regularidade, e agora?

Para que você possa tirar a Declaração de Regularidade basta acessar o site da Previdência Social e procurar por esse serviço no menu. Você precisará apenas da sua identificação funcional, com PASEP, PIS ou CI. Informe o número de um desses documentos, digite as letras do captcha e clique em “pesquisar”.

certidao-de-regularidade-inss-nada-consta

Caso você não consiga acessar a declaração de regularidade, pode ser que exista alguma pendência, como por exemplo vários meses em atraso.

Para resolver essa situação você precisará comparecer a uma agência da previdência, pessoalmente ou por meio de procurador. Apenas depois de regularizar a sua situação você será capaz de emitir a Declaração de Regularidade pela internet.

Se a sua situação estiver toda em dia, será fácil tirar a Declaração de Regularidade online.

Na mesma página onde o documento é emitido você poderá também testar a sua autenticidade. Esse é um procedimento que serve mais para saber se uma Declaração de Regularidade é mesmo verdadeira. Isso é importante especialmente para combater fraudes, pois infelizmente já houve casos de pessoas que falsificaram a certidão de regularidade.

Isso é tudo que você precisa para acessar a Declaração de Regularidade de contribuinte individual no site da Previdência Social.

Faça o teste agora mesmo, visite a página do INSS e retire a sua certidão de regularidade. Se encontrar problemas, procure uma agência o mais rápido possível para resolver, pois quanto mais o tempo passa, mais dor de cabeça você poderá ter no futuro. Saiba mais e emita acessando o site www.nadaconsta.net

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Transferência de Benefício em Manutenção

Transferência de benefício do INSS para outro banco: é possível?

O Instituto Nacional da Seguridade Social oferece vários serviços aos seus segurados. Tudo para proporcionar comodidade e conforto àqueles que precisam dos serviços desse órgão. A Transferência de Benefício em Manutenção (TBM) é um deles.

transferencia-de-beneficio-inss

Vários contribuintes precisam alterar os dados bancários e de cadastro junto ao INSS. Imagine que você se mudou de cidade, por exemplo. Para poder alterar a sua agência do INSS, deverá solicitar a Transferência de Benefício em Manutenção. Isso porque alterações cadastrais importantes só podem ser feitas na sua agência de origem.

Saiba tudo sobre o pedido de TBM (siga pela qual o procedimento também é chamado), acompanhando o artigo abaixo e saiba exatamente como proceder quando precisar alterar dados bancários do INSS.

É importante que o procedimento seja realizado corretamente, até para que você não tenha suspensões ou, pior, o benefício depositado em conta incorreta. Descubra agora como funciona esse importante serviço oferecido pelo INSS.

Para que serve o pedido de TBM?

Dessa forma, para não precisar viajar sempre até a sua cidade antiga para fazer alguma alteração, você pode requerer a Transferência de Benefício em Manutenção. Logo, a agência da sua cidade passará a ser responsável por essas questões. E o procedimento para a transferência é muito simples. Você só precisa comparecer a nova agência do INSS, portando seu documento CPF.

Esse é um serviço muito útil da previdência, pois em qualquer agência você consegue informações gerais e até mesmo no site do Governo Federal.

Formulário transferência de benefício de manutenção

Para que você possa pedir a TBM, deve preencher um formulário solicitado na previdência social. Nele, você deverá inserir todos os dados requeridos, bem como informar a agência e o banco para o qual quer que seu benefício seja transferido.

Mas alterações nos dados cadastrais só podem ser feitos em uma agência. E você pode escolher qual! Escolha a que fica mais próxima de você, ou onde você achar mais conveniente.

transferencia-de-beneficio-em-manutencao-inss

Infelizmente, não é possível fazer a Transferência de Benefício em Manutenção pela internet. A troca de agência deve ser feita pessoalmente, com o preenchimento do formulário de transferência de benefício de manutenção do INSS.

Modelo de TBM

Separamos um modelo de formulário de Transferência de Benefício em Manutenção para você preencher, confira: Modelo Transferência de Benefício em Manutenção

Pedir benefício do INSS em outro banco

Imprevistos e mudanças acontecem na vida de quaisquer pessoas. Desse modo, seria impossível que o INSS não permitisse a alteração de dados bancários, não é mesmo? Como se vê, esse é um serviço do INSS que é muito útil.

Agora que você já sabe o que é a Transferência de Benefício em Manutenção, está na hora de solicitar a mudança de agência.

Pare de se deslocar longas distâncias para solicitar alterações cadastrais e informações bancárias. Compareça a uma agência do Instituto Nacional da Seguridade Social de sua preferência e solicite a TBM.

A Transferência de Benefício em Manutenção do INSS é um direito seu, como contribuinte ou beneficiário. Faça já o seu requerimento e aproveite esse importante serviço para pedir benefício do INSS em outro banco.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Empresa não deposita INSS: O que fazer? Consulta

Como saber se INSS está sendo depositado?

Se você é trabalhador e está desconfiado que o seu empregador anda faltando com o dever de recolher as suas contribuições sociais, fique atento. Esse é um grave problema que pode te prejudicar no futuro. Por isso é importante consultar se a empresa está depositando o INSS. O procedimento é bem simples e pode ser feito de forma rápida pela internet.

empresa-nao-deposita-inss-o-que-fazer-consulta

Por que você deve consultar depósito de INSS?

Muitos empregados se perguntam o que fazer quando a empresa não deposita o INSS. A realidade no Brasil é que muitos empregadores deixam de fazer o depósito de propósito, para economizar nas despesas. E isso é péssimo para você que é trabalhador e depende da contribuição para se aposentar e ter os benefícios previdenciários.

Agora está fácil para você colocar o seu empregador contra a parede. Tudo que você precisa fazer é consultar o CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

Isso mesmo, é possível consultar depósito de INSS pela internet! Dessa forma você ficará sabendo se a empresa em que trabalha está ou não depositando os valores previdenciários.

Consultar contribuições para o INSS pela internet: como fazer

Se você vai fazer essa consulta pela primeira vez, será necessário cadastrar uma senha eletrônica.

Você pode fazer isso indo até uma agência da Previdência Social ou ligando na Central de Atendimento pelo 135.

Outra forma de saber se a empresa está depositando o INSS é pedindo um extrato no Banco do Brasil, caso você seja correntista desse banco. O procedimento no Banco do Brasil pode ser realizado através dos caixas eletrônicos ou mesmo por intermédio de um atendente do banco.

Assim como no Banco do Brasil, os correntistas da Caixa também têm a opção de retirar um extrato com essas informações.

consultar-recolhimento-deposito-inss-previdencia

Como denunciar empresa que não deposita INSS?

O empresário que não deposita INSS estará cometendo crime de apropriação indébita previdenciária, que, aliás, tem uma pena bem alta e pode dar cadeia.

Caso seu INSS não tenha sido depositado e nada de o seu empregador se manifestar, tome uma atitude e denuncie, especialmente para o Ministério Público Federal.

E você não precisa esperar até ficar aposentado para pedir a correção. Basta levar seus documentos pessoais no INSS, como CPF, RG, carteira de trabalho, pois o INSS colocará diretamente no sistema as contribuições que não foram eventualmente repassadas pelo seu empregador.

Esse tipo de situação é muito séria e pode trazer grandes problemas para o empregador. Desse modo, certifique-se de que nenhum problema técnico ocorreu antes de denunciá-lo.

Uma boa conversa também pode resolver. Mas, se não der certo, procure os seus direitos imediatamente. Não seja prejudicado perante o INSS, afinal de contas, não é nada fácil se aposentar, imagina com contribuições faltando?

Agora que você já sabe o que fazer se a empresa deixar de depositar o INSS, faça valer os seus direitos. Faça uma consulta sempre que quiser conferir se os depósitos estão em dia e cobre do seu empregador caso haja algum pagamento em falta no sistema.