Categoria: Previdência Social

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Tabela INSS 2021 – Calendário, Datas

Calendário de Pagamento INSS 2021

O Instituto Nacional de Seguro Social – INSS, é uma autarquia vinculada ao Ministério da Previdência Social, ou seja, à União Federal.

O INSS foi criado em 1988 (no ano da edição da nova Constituição Federal) e tem várias funções, dentre elas o pagamento de benefícios sociais relacionados à Previdência Social, como aposentadorias, por exemplo, dentre vários outros.

tabela-inss

O INSS tem por escopo garantir que todos os trabalhadores passem a contribuir com a previdência social, para que, quando precisarem, recebam seus benefícios.

Benefícios pagos pelo INSS

São pagos pelo INSS os benefícios: aposentadorias por idade, para pessoas com deficiência, por tempo de contribuição, serviço, de professores, invalidez, especiais por tempo de contribuição; auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão, pensão por morte, salário-família, salário-maternidade e outros vários benefícios.

Tabela INSS 2021 Valor de Pagamento

Os valores pagos pelo INSS vão mudar de acordo com o valor das contribuições pagas pelos trabalhadores. São exemplos de contribuintes: o individual, o facultativo, o obrigatório (como empregados), os trabalhadores domésticos e os avulsos.

Tabela INSS 2021 Consulta

É por meio da Tabela INSS que você saberá o valor, o prazo e as alíquotas dos benefícios sociais pagos pelo Instituto Nacional de Seguro Social – INSS todos os anos.

A Tabela é divulgada publicamente pelo Governo Federal e é acessível por todos os cidadãos brasileiros, que podem saber antecipadamente tudo o que precisarem sobre o pagamento dos benefícios INSS 2021.

Quem recebe calendário pagamento INSS 2021

O calendário de pagamento INSS 2021 compreende aposentados, pensionistas, afastados ou outros tipos de segurados da Previdência Social conforme a legislação que rege o tema.

Fique atento aos prazos de saque da tabela INSS. O calendário é atualizado todos os anos.

Como funciona a Tabela INSS 2021

A Tabela do INSS 2021 funciona da seguinte forma:

  • Para até 1 salário mínimo: a Tabela do INSS trata dos benefícios com valor de até 1 salário mínimo, os quais estão disponíveis para consulta através do último número NIT. Lembre-se de que os beneficiários do INSS recebem seus benefícios em meses diferentes.
  • Para valores acima de 1 salário mínimo: Você poderá verificar a lista de pagamento INSS também pelo NIS (também chamado de número do PIS).

Prazo para saque INSS

O INSS permite o saque de benefícios até o final de cada mês, com o uso do cartão próprio do INSS.

Calendário INSS 2021

O calendário oficial de pagamento da tabela INSS 2021 não foi publicado pelo Governo Federal. Contudo, você pode ter uma ideia por meio da tabela INSS do ano anterior.

Veja abaixo as datas de pagamento de benefícios da Tabela INSS:

tabela-inss-2021
Tabela INSS 2021 – Calendário de Pagamento do INSS 2021

Assim que estiver disponível a tabela INSS 2021 atualizaremos aqui para você, por isso não deixe de conferir sempre o site. Você também pode acompanhar o site do Governo para conferir os valores atualizados.

Tabela INSS alíquota de contribuição 2021

A tabela do INSS 2021 também tem a função de informar os beneficiários a respeito da alíquota do INSS que será cobrada dos trabalhadores (geralmente descontada na folha de pagamento).

Veja a tabela INSS 2021 abaixo:

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO (EM R$) ALÍQUOTA DO INSS
Até 1.659,38 8%
De 1.659,39 até 2.765,66 9%
De 2.765,67 até 5.531,31 11%

*Sempre confirme os valores atualizados

Como consultar saldo INSS 2021?   

Para saber se você já recebeu o seu benefício INSS, ou seja, para consultar o extrato INSS é muito simples, bastando acessar o site da Previdência Social.

O acesso é gratuito e é uma forma prática de verificar seus pagamentos no conforto do seu lar e sem enfrentar filas quilométricas de bancos ou da Previdência Social, que geralmente são bem demoradas.

inss-calendario

Qualquer pessoa pode fazer a consulta por meio de celulares, tablets, ipads e outros dispositivos conectados à internet.

O extrato INSS permite que você saiba se o seu benefício foi pago corretamente, além de comprovar a renda dos segurados do INSS.

Acesse o site da internet https://meu.inss.gov.br/central/index.html e verifique qual é o seu saldo de benefícios. Lá você terá uma lista dos pagamentos realizados, dos saques, depósitos, empréstimos consignados, por exemplo, e outras dezenas de informações do INSS 2021.

Qualquer segurado pode consultar os pagamentos da tabela INSS 2021 usando o extrato, seja auxílio-doença, aposentadoria, auxílio-reclusão, dentre outros.

De qualquer forma, embora ultimamente tenha havido várias polêmicas a respeito de uma possível reforma da previdência social, se você for empregado de empresa privada vale a pena, ainda assim, contribuir com o INSS.

É uma garantia de que você terá, senão uma renda mensal, mas ao menos um complemento de renda quando infelizmente sofrer um acidente, ficar doente ou vier a se aposentar. Não se esqueça dos seus direitos e fique atento aos prazos e datas da Tabela INSS 2021.

Não deixe de sacar os seus benefícios ou de se atentar às novas alíquotas para não ficar desemparado quando eventualmente vier a precisar do INSS. Caso fique alguma dúvida, acesse o site da Previdência Social e saiba mais a respeito.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Averbação de tempo de serviço INSS

INSS Averbação de tempo de serviço

Várias pessoas não conseguem obter a aposentadoria do INSS pois não conseguem averbar o seu tempo de serviço nos períodos que não constam como contribuição ao INSS. E é o caso daqueles que eram empregados , e posteriormente passaram a exercer atividades consideradas autônomas, depois retornaram as qualidades de segurados empregados. Confira mais informações sobre a averbação de tempo de serviço do INSS.

inss-averbacao

Existem ainda casos que as empresas onde trabalhavam não recolhiam as contribuições previdenciárias de INSS nas épocas próprias ou também faliram ou desapareceram sem deixar rastros, os trabalhadores não dependem delas para provar o tempo de contribuição para que possam ter a tão desejada aposentadoria. Se você possui este problema siga algumas dicas abaixo.

Como acontece a averbação de tempo de serviço?

Para quem tiver tempos constantes na CTPS deverá realizar o agendamento através do telefone 135 visitando ao INSS para que eles possam analisar toda a documentação fornecendo as certidões de tempos de serviço.

Depois desta data de agendamento que deverá acontecer através do INSS é preciso se providenciar juntamente ao DRE uma declaração funcional para os fins de averbação, sempre observando que esta declaração deverá ter uma validade de apenas 30 dias.

Da posse da certidão que o INSS deverá fornecer, o servidor deverá dar entrada através do DRE em um processo de averbação de tempos de serviços.

Os processos deverão ser analisados através do GATES e se todas as informações estiverem corretas, o tempo deverá ser averbado depois da publicação no DODF. Uma informação importante é que a certidão que for fornecida através do INSS deverá especificar que é para fins de averbação juntamente a SEEDF.

Para quem possui tempo constante nas certidões emitidas através de órgãos públicos: É necessário que se providencie juntamente ao órgão a certidão de tempo de serviço, e de posse da certidão o servidor deverá dar a entrada juntamente a DRE/GTP em processos de averbação de tempo de serviço.

Este tipo de processo deverá ser analisado através da GATES e se todas as informações estiverem corretas, o tempo deverá ser averbado após a realização da publicação do DODF. Com estes passos é possível se ter a aposentadoria com a averbação pelo tempo de serviço.

Simulação de Tempo de Serviço na internet

Antes de fazer a simulação do Tempo de Serviço, é preciso que reúna o máximo de informações possíveis do seu trabalho até agora, desde a idade com a qual iniciou, até os dias atuais. Quanto mais informação tiver, mais previsto será o calculo e terá uma simulação melhor prevista no futuro.

Quem não tiver todas as informações em mãos sobre o Tempo de ServiçoINSS, poderá consultar estas informações junto ao INSS ou junto à Previdência Social. Estas entidades possuem registros de contribuições de cada pessoa. Basta penas apresentar os documentos pessoais e acercar-se em uma delas, que os registros serão consultados e poderá ter uma simulação mais exata.

Para finalmente fazer esta simulação, é preciso entrar no site: http://sibe.INSS.gov.br/PortalSibeInternet/pages/compdir/principalsimuladormanual.xhtml#sibe o SIBE, é um simulador onde podem ser colocadas as informações como: o numero de NIS, e dentro da plataforma todas as informações obtidas sobre seu Tempo de ServiçoINSS. Conferidas estas informações, o site lhe gera uma previsão de quando poderá se aposentar, e de quanto receberá naquele momento.

A simulação do Tempo de Serviço demostra as informações mais próximas de sua realidade atual, mas não garante que assim mesmo aconteça no futuro, pois se deixar de contribuir por um período após ter realizado a simulação, é muito possível que tenha uma grande variação das informações que são lhe apresentadas hoje. Para que isso não aconteça, tente fazer esta consulta quando estiver próximo do tempo de aposentar-se, que as informações serão as mais corretas.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Aposentadoria Especial Insalubridade

Como se aposentar por Insalubridade com a aposentadoria Especial do INSS

O que é aposentadoria especial?

A aposentadoria especial insalubridade é uma espécie de aposentadoria concedida em razão do exercício de atividades consideradas prejudiciais à saúde ou à integridade física, ou seja, é um beneficio de natureza previdenciária que se presta a reparar financeiramente o trabalhador sujeito a condições de trabalho inadequadas. A aposentadoria especial é um beneficio que visa garantir ao beneficiado do regime geral de Previdência Social uma compensação pelo desgaste resultante do tempo e serviço prestado em condições prejudiciais a sua saúde.

aposentadoria-especial-insalubridade-300x203

A visão geral do regulamento da Previdência Social é de que se aposentadoria especial, uma vez cumprida a carência exigida, será devida ao segurado empregado, trabalhador avulso e contribuinte individual, este somente quando cooperado filiado a cooperativa de trabalho ou de produção, que tenha trabalhado durante 15, 20 ou 25 anos, conforme  caso, sujeito a condições especiais que prejudiquem  a saúde ou a integridade do indivíduo.  Conforme se vê no 1° parágrafo do artigo 201 da carta: “É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para concessão de aposentadoria aos beneficiários do Regime Geral de Previdência Social, ressalvados os casos de atividades exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física, definidos em lei complementar. Portanto, as normas que disciplinem o tema devem ter natureza de lei complementar, sendo que, até sua edição, terão esta hierarquia as contidas nos artigo 57 e 58 da Lei n.º 8.213/91”.

Lembrando: o que dá mesmo a aposentadoria especial por insalubridade ao contribuinte é trabalhar com agentes prescritos no anexo IV do decreto 3048 de maio de 1999, o chamado Regulamento da Previdência Social (RPS).

O menor tempo para alegar carência a aposentadoria especial, é de 180 meses que correspondem a 15 anos. Tem de haver comprovante de trabalho nesse intervalo de tempo, entre 15 e 25 anos, em atividades prejudiciais à saúde ou a integridade física.

Um dos elementos de trabalho insalubre que podem dar dor de cabeça na hora de pedir a aposentadoria especial é se o seu trabalho for por manuseio de máquina de raios-X.

aposentadoria-insalubidade-previdencia-social

Requisitos para a Aposentadoria Especial?

As alterações são muito significativas, mas o governo ainda está votando na proposta antes de fazer a liberação da mesma. Existem alguns detalhes que são importantes e que os servidores públicos envolvidos devem ter conhecimento, eles dizem respeito aos requisitos necessários.

Os requisitos para aposentadoria especial carreira de risco acabaram ganhando novidades pelo fato de que se trata de um novo benefício e o governo tem que ter um fundo para poder garantir esse direito. A sugestão é que a contribuição sobre os salários para o fundo seja um pouco mais alta e passe a ser descontado algo em torno de 8,5%, atualmente está em 7,5%.

O projeto ainda está em tramitação e aguarda uma decisão final sobre o assunto. Dessa forma, ainda não temos previsão sobre quando é que a mesma será aplicada e quais serão todos os detalhes a respeito, pois temos que aguardar a votação e decisão final.

Aposentadoria para carreira de risco com certeza é uma mudança significativa e por isso que necessita ser analisada com atenção antes de ser aprovada. Além da contribuição aumentar, o poder legislativo também vai analisar a questão do tempo mínimo de contribuição, a carência necessária, entre outras informações que envolvem uma aposentadoria, seja ela de qual for o tipo.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Atestado médico INSS para afastamento

Atestado INSS

Um dos assuntos que mais causam confusão quando estamos falando dos benefícios oferecidos pelo INSS é o afastamento médico. Muitas pessoas não sabem como funciona, nem mesmo se o atestado médico vale para afastamento no INSS.

atestado-medico-inss

Se essa é uma dúvida que você tem, está na hora de descobrir como a matéria é regulada no Brasil. Acompanhe o artigo e saiba mais sobre atestado INSS, sobre como funciona, como proceder e muito mais!

Atestado INSS: como funciona?

O atestado médico do INSS para afastamento é um documento emitido pelo órgão que concede a você trabalhador o direito de se afastar das atividades laborais.

Isso significa que você poderá cuidar da sua saúde e continuar recebendo um valor, pago pelo INSS, sem prejuízo do seu emprego. Mas esse benefício só é pago a partir do décimo quinto dia de afastamento do trabalho, por exemplo.

Assim que você conseguir um atestado médico indicando quantos dias você precisa se afastar, você deverá informar ao seu empregador e levá-lo diretamente ao INSS. Esse fato é imprescindível para que você não tenha problemas na hora de realizar seu benefício do INSS.

inss-atestado-medico-para-afastamento

Os primeiros quinze dias de afastamento devem ser pagos pela empresa. Se o seu atestado for de mais de quinze dias, você deverá usar o atestado médico para afastamento no INSS. Isso porque cabe a esse órgão de seguridade pagar os dias restantes que sejam superiores a quinze dias.

Quantos dias de atestado “entra” no INSS?

Se você precisa saber quantos dias de atestado precisa ter para ser afastado no INSS, saiba que para ser afastado no INSS com atestado médico você precisa imprimir um formulário no site desse órgão, marcando uma perícia médica.

atestado-medico-previdencia-social

Mesmo que você já tenha feito todos os exames, é preciso comparecer a essa perícia, levando todos os seus resultados médicos. Se o profissional do INSS reconhecer que de fato você precisa se afastar por mais de quinze dias, você começará a receber o benefício em até 30 dias da data da perícia do INSS.

Nesse sentido, pode-se afirmar que o atestado médico serve para afastamento pelo INSS se for aprovado pelo médico da previdência durante a perícia. O atestado, por si só, só vale perante a empresa durante os primeiros quinze dias.

atestado-inss-como-funciona

Recurso: atestado médico INSS

Caso você não tenha seu atestado médico INSS aprovado, poderá solicitar um pedido de reconsideração perante a previdência social. Não é nenhuma garantia de que haverá mudanças, entretanto, é mais uma chance que você terá de conseguir seu benefício do INSS.

Aliás, muitas pessoas têm dito que o INSS anda bem mais rigoroso para conceder benefícios, pensões e aposentadorias. Assim, é bom que todos os seus documentos estejam em dia para que você não tenha maiores problemas na hora de levar atestado médico no INSS.

Garanta o seu auxílio doença, agente uma perícia médica no INSS e faça valer esse direito tão importante para o trabalhador, que é usar o atestado médico no INSS.

Atestado Falso é Crime!

Não cometa esse erro, pois você pode ter o benefício negado ou suspenso, além de arcar com multas.

atestado-medico-falso

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

CADPREV Consulta

CADPREV – Sistema de Informações dos Regimes Públicos de Previdência Social

O Sistema de Informações dos Regimes Públicos de Previdência Social (CADPREV) é um importante sistema da Previdência Social que possibilita a realização de vários serviços. Descubra agora como funciona o CADPREV e aprenda a usar tanto a versão para web, quanto a versão para desktop desse sistema. Abaixo vamos mostrar como funciona o CADPREV, como fazer cadastro CADPREV, o que são consultas públicas CADPREV, como acessar o CADPREV e muito mais.

cadprev

Como funciona o CADPREV?

Através do sistema fornecido é possível fazer várias consultas públicas. Outras informações ficam restritas a pessoas que possuam acesso através de login, formado pelo número do CPF e uma senha previamente cadastrada.

Logo, pessoas “comuns” podem acessar o CADPREV por meio da consulta pública, o que exulta o princípio da transparência, especialmente em se tratando de recursos públicos de interesse coletivo.

Todas as pessoas podem usar o CADPREV para fazer as consultas públicas e acessar o DIPR.

Como fazer cadastro CADPREV?

É o próprio ente que faz o cadastro CADPREV, mediante o sistema informatizado, já que é ele quem faz os repasses previdenciários para os órgãos, como no caso do INSS.

O que são consultas públicas CADPREV?

As consultas públicas do CADPREV dizem respeito às aplicações e investimentos, além das políticas financeiras de órgãos que já instituíram regimes públicos de previdência social.

Esse regime também é conhecido como RGPS (Regime Próprio de Previdência Social). Descubra agora como acessar o CADPREV e ter acesso às informações de seu interesse.

Como acessar o CADPREV?

Uma das maneiras mais fáceis de fazer o acesso é através do CADPREV online. Basta que você acesse a página oficial desse sistema e navegar pelo menu. As opções disponíveis, conforme mencionado, são as consultas públicas e aquelas que só podem ser feitas por pessoas autorizadas, através de login e senha.

cadprev-acesso-manual-consulta

Isso mesmo, você pode acessar o CADPREV pela internet de forma rápida e fácil!

Em questão de minutos você pode ter informações sobre os investimentos realizados pelo seu município, por exemplo, que é um ente federado. A consulta no CADPREV pode ser feita tanto por município quanto por Estado.

Outra forma de acessar o sistema é através de um programa de computar. O CADPREV pelo desktop funciona muito bem. Você só precisa fazer o download diretamente na página do sistema. Em poucos minutos é possível fazer a instalação. Dessa forma você não precisará nem abrir um navegador de web para acessar o sistema.

Manual CADPREV

No site da Previdência Social é disponibilizado um Manual CADPREV, caso tenha restado qualquer dúvida a respeito do funcionamento desse sistema.

Em verdade, o CADPREV é a verdadeira demonstração do uso da tecnologia para o favorecimento das políticas públicas voltadas à população. Também facilita a gestão dos valores relacionados aos repasses previdenciários, o que é importantíssimo para manter o acesso e a probidade do sistema.

Agora que você já sabe para que serve o CADPREV, está na hora de conhecer esse serviço. O CADPREV facilita (e muito) a informatização de dados relacionados à Previdência Social.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Transferência de Benefício em Manutenção

Transferência de benefício do INSS para outro banco: é possível?

O Instituto Nacional da Seguridade Social oferece vários serviços aos seus segurados. Tudo para proporcionar comodidade e conforto àqueles que precisam dos serviços desse órgão. A Transferência de Benefício em Manutenção (TBM) é um deles.

transferencia-de-beneficio-inss

Vários contribuintes precisam alterar os dados bancários e de cadastro junto ao INSS. Imagine que você se mudou de cidade, por exemplo. Para poder alterar a sua agência do INSS, deverá solicitar a Transferência de Benefício em Manutenção. Isso porque alterações cadastrais importantes só podem ser feitas na sua agência de origem.

Saiba tudo sobre o pedido de TBM (siga pela qual o procedimento também é chamado), acompanhando o artigo abaixo e saiba exatamente como proceder quando precisar alterar dados bancários do INSS.

É importante que o procedimento seja realizado corretamente, até para que você não tenha suspensões ou, pior, o benefício depositado em conta incorreta. Descubra agora como funciona esse importante serviço oferecido pelo INSS.

Para que serve o pedido de TBM?

Dessa forma, para não precisar viajar sempre até a sua cidade antiga para fazer alguma alteração, você pode requerer a Transferência de Benefício em Manutenção. Logo, a agência da sua cidade passará a ser responsável por essas questões. E o procedimento para a transferência é muito simples. Você só precisa comparecer a nova agência do INSS, portando seu documento CPF.

Esse é um serviço muito útil da previdência, pois em qualquer agência você consegue informações gerais e até mesmo no site do Governo Federal.

Formulário transferência de benefício de manutenção

Para que você possa pedir a TBM, deve preencher um formulário solicitado na previdência social. Nele, você deverá inserir todos os dados requeridos, bem como informar a agência e o banco para o qual quer que seu benefício seja transferido.

Mas alterações nos dados cadastrais só podem ser feitos em uma agência. E você pode escolher qual! Escolha a que fica mais próxima de você, ou onde você achar mais conveniente.

transferencia-de-beneficio-em-manutencao-inss

Infelizmente, não é possível fazer a Transferência de Benefício em Manutenção pela internet. A troca de agência deve ser feita pessoalmente, com o preenchimento do formulário de transferência de benefício de manutenção do INSS.

Modelo de TBM

Separamos um modelo de formulário de Transferência de Benefício em Manutenção para você preencher, confira: Modelo Transferência de Benefício em Manutenção

Pedir benefício do INSS em outro banco

Imprevistos e mudanças acontecem na vida de quaisquer pessoas. Desse modo, seria impossível que o INSS não permitisse a alteração de dados bancários, não é mesmo? Como se vê, esse é um serviço do INSS que é muito útil.

Agora que você já sabe o que é a Transferência de Benefício em Manutenção, está na hora de solicitar a mudança de agência.

Pare de se deslocar longas distâncias para solicitar alterações cadastrais e informações bancárias. Compareça a uma agência do Instituto Nacional da Seguridade Social de sua preferência e solicite a TBM.

A Transferência de Benefício em Manutenção do INSS é um direito seu, como contribuinte ou beneficiário. Faça já o seu requerimento e aproveite esse importante serviço para pedir benefício do INSS em outro banco.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Empresa não deposita INSS: O que fazer? Consulta

Como saber se INSS está sendo depositado?

Se você é trabalhador e está desconfiado que o seu empregador anda faltando com o dever de recolher as suas contribuições sociais, fique atento. Esse é um grave problema que pode te prejudicar no futuro. Por isso é importante consultar se a empresa está depositando o INSS. O procedimento é bem simples e pode ser feito de forma rápida pela internet.

empresa-nao-deposita-inss-o-que-fazer-consulta

Por que você deve consultar depósito de INSS?

Muitos empregados se perguntam o que fazer quando a empresa não deposita o INSS. A realidade no Brasil é que muitos empregadores deixam de fazer o depósito de propósito, para economizar nas despesas. E isso é péssimo para você que é trabalhador e depende da contribuição para se aposentar e ter os benefícios previdenciários.

Agora está fácil para você colocar o seu empregador contra a parede. Tudo que você precisa fazer é consultar o CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

Isso mesmo, é possível consultar depósito de INSS pela internet! Dessa forma você ficará sabendo se a empresa em que trabalha está ou não depositando os valores previdenciários.

Consultar contribuições para o INSS pela internet: como fazer

Se você vai fazer essa consulta pela primeira vez, será necessário cadastrar uma senha eletrônica.

Você pode fazer isso indo até uma agência da Previdência Social ou ligando na Central de Atendimento pelo 135.

Outra forma de saber se a empresa está depositando o INSS é pedindo um extrato no Banco do Brasil, caso você seja correntista desse banco. O procedimento no Banco do Brasil pode ser realizado através dos caixas eletrônicos ou mesmo por intermédio de um atendente do banco.

Assim como no Banco do Brasil, os correntistas da Caixa também têm a opção de retirar um extrato com essas informações.

consultar-recolhimento-deposito-inss-previdencia

Como denunciar empresa que não deposita INSS?

O empresário que não deposita INSS estará cometendo crime de apropriação indébita previdenciária, que, aliás, tem uma pena bem alta e pode dar cadeia.

Caso seu INSS não tenha sido depositado e nada de o seu empregador se manifestar, tome uma atitude e denuncie, especialmente para o Ministério Público Federal.

E você não precisa esperar até ficar aposentado para pedir a correção. Basta levar seus documentos pessoais no INSS, como CPF, RG, carteira de trabalho, pois o INSS colocará diretamente no sistema as contribuições que não foram eventualmente repassadas pelo seu empregador.

Esse tipo de situação é muito séria e pode trazer grandes problemas para o empregador. Desse modo, certifique-se de que nenhum problema técnico ocorreu antes de denunciá-lo.

Uma boa conversa também pode resolver. Mas, se não der certo, procure os seus direitos imediatamente. Não seja prejudicado perante o INSS, afinal de contas, não é nada fácil se aposentar, imagina com contribuições faltando?

Agora que você já sabe o que fazer se a empresa deixar de depositar o INSS, faça valer os seus direitos. Faça uma consulta sempre que quiser conferir se os depósitos estão em dia e cobre do seu empregador caso haja algum pagamento em falta no sistema.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Mensalidade de Recuperação

Mensalidade de recuperação INSS

Se você estava aposentado por invalidez pela Previdência Social, mas foi verificada a sua recuperação, é bom ficar atento aos novos valores do seu benefício. Existem basicamente duas situações possíveis. Você pode perder completamente o benefício de aposentadoria ou receber Mensalidade de Recuperação. Descubra um pouco mais sobre essa situação.

mensalidade-de-recuperacao-inss

O que é mensalidade de recuperação?

Muita gente se pergunta o que é a Mensalidade de Recuperação. Trata-se de um valor pago ao segurado por até dezoito meses após a recuperação parcial ou recuperação que ocorra depois de cinco meses da concessão do benefício.

Ou seja, se você se recuperar parcialmente ou depois de 5 anos de ter se aposentado, terá direito à Mensalidade de Recuperação.

Agora, se a sua recuperação foi total e anterior ao período de cinco anos, existem duas possibilidades.

Ou você perderá de imediato o benefício previdenciário ou receberá o valor pelo mesmo número de meses que já havia recebido. Se você ficou dois anos recebendo, terá a aposentadoria por mais dois anos. Nesses casos você não receberá o valor da Mensalidade de Recuperação.

Como funciona a mensalidade de recuperação?

Caso a sua situação se encaixe no primeiro exemplo, ou seja, se a sua recuperação foi parcial ou após o prazo de cinco anos, saiba como funciona da Mensalidade de Recuperação. Durante os seis primeiros meses após a recuperação você receberá o valor integral do benefício. Isso significa mais seis meses recebendo a aposentadoria integral.

Nos seis meses posteriores, o valor será cortado pela metade. E nos seis meses finais, totalizando um período de dezoito meses, você receberá apenas 15% do valor do benefício. Quem recebe Mensalidade de Recuperação pode trabalhar normalmente, pois não há vedação expressa na lei.

mensalidade-de-recuperacao

Problemas com a mensalidade de recuperação

Com a reforma da previdência, o governo federal decidiu fazer um verdadeiro mutirão para avaliar a situação de aposentados, pensionistas e beneficiários de todo Brasil. Com isso, diversas pessoas que recebiam aposentadoria por invalidez e auxílio-doença não foram aprovadas na perícia marcada pelo INSS.

A depender do período de afastamento, como se viu acima, pode ser que essas pessoas recebam a mensalidade de recuperação. Entretanto, atente-se ao fato de que o INSS só pode retirar benefícios se houver efetiva melhora ou, ainda, se o problema que gerou o recebimento de valores tiver sido resolvido e a pessoa puder trabalhar normalmente.

Caso você tenha passado pela perícia médica do INSS e teve seu benefício negado, a dica é: não deixe de recorrer. É provável que o seu recurso não seja aceito, entretanto, isso te dá algum prazo para que você possa fazer novos exames particulares a fim de comprovar que você não tem condições de trabalhar.

Depois do prazo de recurso, se for o caso, não deixe de entrar com uma ação judicial contra o INSS, pois é realizada uma nova perícia, por perito da Justiça Federal, onde o tratamento é bem diferente.

Em resumo, a Mensalidade de Recuperação é um benefício pago por tempo determinado para quem se recuperou, de acordo com o certificado de capacidade fornecido pela própria Previdência. Fique atento a esses detalhes e faça valer os seus direitos como contribuinte.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Dataprev – Cnis, Nit e GPS

GPS, Cnis, Nit – Dataprev

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social, mais conhecida pelo seu nome popular, Dataprev, é uma empresa pública nacional que é responsável por cuidar do banco de dados da Previdência Social do Brasil. Tendo visto a quantidade de registros nessa base de dados, a gente pode ter uma ideia de como deve ser difícil e importante esse trabalho, tanto para a política quanto para a sociedade. Sua sede fica no Distrito Federal, mas tem unidades em todos os estados brasileiros, entre unidades regionais e unidades de atendimento.

dataprev-cnis-gps-nit-300x230

Dois motivos para o DATAPREV ser uma empresa muito bem conceituada e servir de referência, não só no Brasil, mas no mundo inteiro, são que o órgão nunca atrasou a folha de pagamento dos benefícios devidos aos cidadãos e o fato de possuir o maior banco de dados da América Latina. Além disso, a Dataprev trabalha duro para facilitar sempre mais a vida do contribuinte, dando, por exemplo, a possibilidade de fazer suas consultas online, sobre as mais diversas finalidades, em sistemas criados e administrados pelo próprio DATAPREV.

DATAPREV Consulta

As principais consultas do Dataprev feitas no site são a Consulta do Extrato de Pagamento Dataprev, Consulta da Situação do Benefício Dataprev, Consulta da Memória de Cálculo do Benefício Dataprev, Simulação do Cálculo da Renda Mensal Dataprev e a Consulta do Tempo de Contribuição Dataprev. Para fazer estas consultas bastar ter em mãos alguns dados pessoais, como seu Nome, CPF, Data de Nascimento e o Número do Benefício. Em alguns casos, são pedidos outros dados do contribuinte, mas a maioria das consultas citadas acima, são feitas apenas com estes documentos. Vale lembrar que, como de praxe, haverá um campo para inserir o código da imagem, para de evitar consultas de sistemas automáticos.

Nessas consultas, as informações que podem ser adquiridas são as de identificar o tempo de contribuição já oferecido, uma estimativa da renda mensal do cidadão e, ainda, por quanto tempo ocorreu a devida contribuição. Não há dúvida de que a principal consulta feita pelos usuários do site da Dataprev, é a consulta do benefício INSS, benefício que garante ao cidadão o direito de aposentadoria remunerada todo mês depois de determinada data ou de acordo com certo tempo de contribuição. Este benefício é dado pelo Governo Federal em parceria com a Previdência Social que permite aos cidadãos contribuintes, realizarem consultas online da situação do seu benefício. Mas hoje viemos falar do NIT, do CNIS e do GPS.

Dataprev NIT Consulta

O NIT é o número de inscrição do trabalhador, que é dado ao cidadão que se cadastra no Regime Geral de Previdência Social, órgão que faz o cadastro para o cidadão que deseje se matricular na Previdência Social, mas não tenha em mãos o número do seu PIS/PASEP ou NIT, para criar este número e realizar sua inscrição. Tendo em mãos o RG, ou Certidão de Nascimento/Casamento, a Carteira de Trabalho e Previdência Social e o CPF, o cidadão faz sua inscrição, inclui seu nome no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais). Para consultar  o NIT no Dataprev acesse:  www010.dataprev.gov.br/cws/contexto/censonit/index.html e informe o número do NIT, os caracteres da imagem de segurança e clique em Confirmar.

Dataprev CNIS

Já o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) registra o nome de todos os cidadãos contribuintes brasileiros. Para consultar o seu CNIS no Dataprev, você deve acessar o site: www1.dataprev.gov.br/conweb/sp2cgi.exe?sp2application=conweb informar o NIT, a Senha, e quais informações procura, se são os Benefícios, as Contribuições, as Remunerações ou todos. Depois, é só clicar em confirmar.

DATAPREV GPS

Para consultar seu GPS, suas Guias da Previdência Social, o Dataprev disponibilizou duas páginas na Internet para pagar débitos previdenciários inscritos em Dívida Ativa da União (DAU). Além de emitir o GPS, a página permite consultar alguns dados básicos dos débitos previdenciários dos cidadãos, como o número e o valor do débito, o percentual de encargo legal ou de honorários advocatícios, dependendo do caso, e a informação relacionada ao ajuizamento ou não-ajuizamento do débito.

Uma dessas páginas é destinada à Justiça Federal e pode ser acessada no menu Emissão de GPS para créditos ajuizados, que fica no portal do e-CAC, disponível no site da PGFN com o nome de “Acesso Justiça”, no menu de “Serviços mais procurados”. Nessa página, os juízes podem emitir guias para pagamento de todos os créditos previdenciários ajuizados dos cidadãos. Os Procuradores da Fazenda Nacional também tem acesso a essa página.

A segunda página é para o público e os cidadãos em geral, disponível através do link Emissão de GPS, também do e-CAC. O cidadão poderá emitir guias para pagamento de seus créditos previdenciários ajuizados e não-ajuizados. A senha para utilizar essa segunda página deve ser a mesma usada nos serviços previdenciários da Receita Federal, que pode ser obtida através do site da Receita Federal (http://www.receita.fazenda.gov.br/).

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Reforma da Previdência – O que muda, Regras

Reforma da Previdência Regras de Transição

Já conhece todas as reformas pelas quais a previdência está passando? Confira agora tudo sobre ela para os próximos anos e entenda as novas regras da reforma da previdência.

A previdência é o sistema pelo qual os brasileiros são assegurados ao direito da aposentadoria. Graças a ela as pessoas ao chegarem a certa idade, ou um determinado período de contribuição, poderiam aposentar-se e receber um salário pelo seu tempo de contribuição.

reforma-da-previdencia

No entanto, para receber este beneficio, era preciso cumprir uma série de regras que atualmente sofreram algumas variações. Com o novo governo em 2021, uma das primeiras ações do mesmo foi estipular a reforma da previdência.

Com as regras da nova previdência, as idades para aposentadoria mudaram, o tempo de contribuição e até a quantidade que os aposentados irão receber. Por tanto, foi uma mudança drástica, mas que ainda precisa ser aprovada pelo senado para que entre em vigor. Em este post, mostraremos o que muda na previdência realmente a partir da aprovação e para os próximos anos, pois para muitos brasileiros, esta reforma ainda possui questões duvidosas, ou que não ficaram muito claras pela mídia.

Quais foram as principais mudanças da reforma da previdência

A principal e mais conhecida mudança nas regras da nova previdência é a idade dos brasileiros. Com a nova proposta, os homens poderão estar aposentando-se com 65 anos de idade, e as mulheres com 62 anos de idade.

O que muda na previdência como mencionado também é o tempo de contribuição dos trabalhadores, colocando como 25 anos o período mínimo para aposentar-se do seu emprego, com um salário mínimo. Os trabalhadores que exercem atividade na zona rural também precisarão cumprir este período de contribuição ao INSS para aposentar-se.

Já para as pessoas que trabalham nas empresas públicas, os considerados servidores públicos, poderão aposentar-se entre 60 e 55 anos para homens e mulheres. O tempo do servidor público é inferior ao do trabalhador em empresa privada, mesmo contribuindo da mesma forma com o INSS.

reforma-da-previdencia-regras

Para muitos economistas, esta mudança considerada como reforma da previdência foi considerada como positiva, a mesma está sendo votada e a tendência é de que as novas regras da previdência sejam aprovadas. Desta forma fica mais fácil entender o que muda na previdência com esta polêmica reforma que marca presença nos jornais todos os dias.

O que é questionado é sobre o entendimento dos trabalhadores brasileiros sobre a nova previdência. Será mesmo um beneficio para todos? Muitos deles possuem o pensamento de que com a nova mudança os mesmos não poderão chegar à aposentadoria, ideia esta que para o governo não é algo que possa acontecer.

Esta regra não começa a valer para todos os brasileiros, aqueles que estão quase aposentando-se poderão ainda usufruir das regras antigas, não serão inclusos na reforma da previdência que estrará em vigor este ano. Mas para a maioria dos brasileiros, as novas regras estarão valendo para aqueles que irão aposentar-se no novo período, que teve pouca diferença em relação à previdência anterior.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Perícia Médica negada – O que fazer?

Perícia Médica Indeferida

O Instituto Nacional da Seguridade Social recebe todos os dias centenas de pedidos de benefícios. Entre eles está o auxílio doença, que só é concedido mediante a realização de perícia médica. Saiba o que fazer se a perícia médica for negada pelos funcionários desse órgão. Existem algumas medicas que você pode colocar em prática para garantir seus direitos.

pericia-medica-indeferida-o-que-fazer

Perícia médica negativa: reconsideração da perícia

Se você entende que a decisão do INSS foi equivocada, poderá reagir a ela de duas formas.

A primeira delas é o pedido de reconsideração de perícia médica negada. Trata-se de uma solicitação realizada junto ao INSS para que o órgão avalie o seu caso mais uma vez, mas com mais cuidado. Isso porque muitas vezes o órgão comete equívocos de ordem administrativa.

O pedido pode ser realizado pelo site da Previdência Social, pelo central de atendimento pelo telefone ou pessoalmente na sua agência.

Recurso contra perícia negada INSS

O pedido pode ser feito em até trinta dias contados da data em que a sua perícia foi negada pelo INSS. Outra forma de recurso contra perícia médica negada é através do Pedido de Recurso. Esse é um procedimento mais burocrático, que obriga o órgão a enviar sua questão para uma instância superior.

O que fazer quando a perícia INSS é negada?

São essas opções que você possui caso esteja se perguntando o que fazer quando a perícia médica é negada.

Nunca deixe de fazer valer os seus direitos, pois você é um contribuinte como todas as outras pessoas. Suas demandas previdenciárias devem ser tratadas com atenção e falhas não podem acontecer.

Caso esteja se sentindo prejudicado pela resposta negativa da previdência, recorra imediatamente.

Perícia médica negada: ação judicial vale a pena?

Se você teve perícia médica do INSS negada, não deixe de entrar com uma ação judicial. Até por conta da alta demanda, muitas vezes os peritos do INSS nem sequer conseguem examinar as pessoas direito. Além disso, dizem por aí que a recomendação do governo federal é que as perícias sejam mesmo negadas.

pericia-medica-negada

Mas se você não acredita em teoria da conspiração, saiba que entrar com uma ação judicial contra aperícia INSS negada é o seu direito.

Muitas vezes é só ir ao juizado da justiça federal e nem precisa pagar nada por isso. A vantagem é que o juiz federal vai pEdir uma nova perícia, a qual não será feita por peritos do INSS, mas sim por peritos da Justiça Federal. Logo, espere um olhar diferente durante o seu atendimento, que muito provavelmente será melhor e mais eficiente.

Há relatos de muitas pessoas que tiveram perícia do INSS negada, recursos negados, mas ao entrar com a ação judicial, o perito da justiça federal deu razão ao beneficiário. Assim, conseguiram a aposentadoria do INSS de volta, sem contar em uma expressiva indenização por perdas e danos.

Agora que você já sabe como resolver perícia média negada, corra atrás dos seus direitos. Não aceite a decisão do INSS se julgar que ela está incorreta e que a sua situação está sim abarcada pelo direito de auxílio-doença ou qualquer outro benefício previdenciário.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Código de ocupação INSS

INSS Código de ocupação

O CBO chamado também de Código de ocupação ou mesmo Classificação Brasileira de ocupações é uma publicação que classifica as várias atividades dos trabalhadores do país, nos mais diversos setores de atividades, tanto em setores públicos como também em setores privados, a seguir confira a tabela de código de ocupação do INSS.

codigo-de-ocupacao-inss1

Através destas publicações, as profissões costumam ser catalogadas e ainda numeradas e a OIT – Organização Internacional do Trabalho costuma retirar desta publicação para confeccionar o código internacional de Ocupação.

Para que se tenha ideia no ano 2000, o ministério do Trabalho na obrigação de realizar a atualização do CBO, contratou a FIPE –  Fundação Instituto de Pesquisas – da USP.

Resultados do CBO INSS

Os pesquisadores da FIPE realizaram um ótimo trabalho para se colaborar em todas as atividades e elaborar novos códigos e perfis de outros profissionais secretários de empresas e também de instituições governamentais.

Depois de um intenso trabalho que durou meses, foram levantadas todas as atividades de profissionais, e pode-se definir algumas classificações, além de inserir os termos Executivo, os termos bilíngue, de Presidência de Diretoria, além de Assistente, Assessor, e ainda Auxiliar que, aliás, já é alguém bastante antigo no mercado.

Confira também: Tabela de Códigos do INSS

No ano de 2010 se percebendo a necessidade através de novos questionamentos da sociedade e ainda do aparecimento dos cursos tecnológicos, houve a necessidade de acontecer uma nova análise das áreas e também competências de várias profissões e ainda a inclusão de cursos de tecnologia.

Como funcionam as ocupações

Estas ocupações são acessíveis para pessoas que tenham dois anos ou mais em experiência e domicílios ou mesmo instituições cuidadoras públicas ou privadas, além de ONGs, funções supervisionadas de pajem, auxiliar de cuidador, cuidando de pessoas das mais variadas idade. O aceso ainda ao emprego também acontece por meio de cursos e treinamentos de formação profissional básicos e ainda concomitante ou após a formação mínima que varia da quarta série do ensino fundamental até o ensino médio. Podem ainda se ter acesso aos trabalhadores que vem sendo reconvertidos da ocupação de atendentes de enfermagem. No caso de atendimento a indivíduos com elevado grau de dependência exigindo a formação na área de saúde.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Previdência Social Protocolo de Benefícios

Consultar Situação do Benefício INSS

Conheça os principais benefícios concedidos pela Previdência Social e como consultar pela internet de forma simples, prática e fácil. Conferir andamento de Protocolo de Benefícios da Previdência Social.

Nos dias atuais são milhares de brasileiros que possuem acesso aos benefícios da Previdência Social, e quem ainda não usufrui os mesmos, está fazendo a contribuição e pretende usá-los no momento indicado ou quando estiver precisando deles. O protocolo e benefícios oferecidos pela Previdência Social abrange uma serie de seguros que poderá conhecer a seguir.

previdencia-social-protocolo-de-beneficios

Um dos benefícios da Previdência Social mais conhecido é o da aposentadoria por tempo de serviço e por idade alcançada. Este já faz parte das contas bancárias de inúmeros idosos no país, e que a cada dia vem crescendo, bem como também sofrendo modificações, algumas delas beneficiando uma parte da população, e outras delas que trazem alguns prejuízos para alguns brasileiros.

Outro item que faz parte do Protocolo de Benefícios é o auxilio doença, disponibilizado pelo INSS para quando a pessoa não possui condições de poder executar atividades devido a alguma limitação, e ainda não possui idade suficiente para aposentadoria nem tempo de contribuição necessário. Este auxílio doença pode ser disponibilizado por um período determinado, ou de forma permanente, mas em ambos dos casos é necessário estar realizando perícias para acompanhar a situação da doença ou limitação, até que a pessoa possa aposentar-se por invalidez.

Para as mulheres que trabalham, um dos benefícios mais utilizados é a licença maternidade, o qual na verdade é um direito da criança, de poder estar acompanhada de sua mãe por um período de 120 dias logo após o seu nascimento. Este é um dos benéficos da Previdência Social mais utilizado pelas mulheres e que o auxilio é pago pelo órgão do INSS.

Consultar protocolo de beneficio da Previdência Social

Ao contrário do que era realizando anteriormente, onde as pessoas enfrentavam filas para consultar o Protocolo de Benefícios, e dar andamento no seu processo, hoje tudo isso pode ser feito de forma online. Através da internet, as pessoas podem acompanhar os seus benefícios a traves do numero de identificação dos mesmos, tendo em mãos seus documentos pessoais e os entregues pela Previdência Social.

inss-protocolo-de-beneficios

Para consultar o andamento de seu protocolo do INSS através da internet, basta acessar o site: http://www.previdencia.gov.br/servicos-ao-cidadao/todos-os-servicos/consulta-de-situacao-de-beneficio/ preencher as informações de acesso necessárias, que já poderá estar acompanhando todos os procedimentos lançados em sua situação atual, bem como saber em qual período se encontra o seu beneficio.

Caso você esteja em fase de solicitação de algum dos benefícios citados anteriormente, ou qualquer outro da Previdência Social, não deixe de fazer a sua consulta online e evitar atrasos no andamento do seu caso. Para qualquer dúvida sobre o andamento do seu beneficio, também pode estar consultando através do telefone central 135, que dará acesso direto à consultas da Previdência Social e poderá manter-se informado.

Você está no site Informações e Noções de Segurança Social que deixa você informado sobre seguridade social. Esse não é o site da Previdência Social!

Previdência Social Formulários

Formulários de Requerimento Previdência Social

Conheça os principais Formulários solicitados pela Previdência Social para quando você precisar de algum serviço ou benefício oriundo deste órgão.

Inúmeras pessoas de todo o país, sem importar se seja rica ou pobre, já teve que preencher algum formulário quando precisou solicitar os beneficio da Previdência Social. Muitas vezes as pessoas preenchiam sem saber o que realmente estavam solicitando, mas com o acesso à informação e graças aos avanços da internet, esta papelada começou a tornar-se um processo mais simplificado, e hoje os Formulários da Previdência Social são bem mais simples e resumidos.

formularios-previdencia-social

Geralmente quem precisa de algum beneficio ou seguro que provenha da Previdência Social precisa assinar algum tipo de formulário como pessoa física. Nestes Formulários da Previdência Social estão inclusas informações fundamentais, como quem é o solicitante, o que realmente ele deseja, a qual órgão se direciona e sua assinatura para validar o documento. Estes após preenchidos são encaminhados para responsáveis por dar seguimento às solicitações, e realizar o retorno ao solicitante sobre o que estava precisando.

Caso você deseje familiarizar-se com alguns dos Formulários da Previdência Social, acompanhe este post até o final que será mostrado alguns exemplos dos mais utilizados pelas pessoas nos dias atuais.

INSS Formulários

Principais Formulários da Previdência Social que são mais utilizados ultimamente.

O primeiro que podemos mencionar é a Autorização para Pagamento de Benefícios em Conta Corrente, este formulário permite que a pessoa solicite que o deposito do beneficio que a Previdência Social está disponibilizando seja depositada em uma conta corrente de sua titularidade, a qual deverá informar os dados bancários para que o depósito possa ser efetuado de forma correta.

Outro formulário da Previdência Social que é bastante utilizado é o destinado a solicitar o tempo de contribuição para poder aposentar-se junto ao INSS. Este permite que a pessoa informe no documento por quanto tempo já está contribuindo e quantos anos possui para dar entrada ao procedimento da aposentadoria.

Para quem é empreendedor, um dos Formulários que pode ser utilizado é o de Requerimento para Cálculo de Contribuição em Atraso, este serve para que a pessoa possa ter a informação de quantos meses faltou contribuir com o INSS para que possa colocar suas pendências de pagamentos em dia, e ter os benefícios da Previdência Social no futuro quando deseje aposentar-se.

Estes são os principais Formulários preenchidos pelas pessoas que realizam agendamentos junto à Previdência Social, e que são os mais utilizados devido aos casos para os quais são destinados. Existem uma série de outros diferentes, mas o quesito em que todos se assemelham é o procedimento para preenchimento e entrega dos mesmos, bem como as informações que devem ser disponibilizadas: nome completo, CPF, e assinatura do solicitante. Caso você deseje conhecer os demais Formulários da Previdência Social e saber para qual objetivo servem, pode estar baixando modelos no site: http://www.previdencia.gov.br/servicos-ao-cidadao/informacoes-gerais/formularios-solicitados-pelo-inss/ pois lá se encontra uma listagem completa de documentos que podem ser baixados em arquivo word para serem preenchidos.

formularios-inss

Modelos de Formulários da Previdência Social

Os principais formulários da Previdência Social são:

– Benefícios em Conta Corrente – Autorização para Pagamento

– Procuração INSS

– Declaração de Tempo de Contribuição

– Resíduo de Benefícios – Solicitação de Pagamento

– Termo de Responsabilidade

– Salário-família Proposta de Convênio para Pagamento

– Contribuição em Atraso Requerimento de Cálculo

– Relação de Salários de Contribuição

Para encontrar todos os modelos de formulários do INSS para benefícios e aposentadorias para baixar acesse a seguinte página do site oficial da Previdência Social: www.previdencia.gov.br/servicos-ao-cidadao/informacoes-gerais/formularios-solicitados-pelo-inss/